Botucatu: Polícia conclui inquérito sobre morte de jovem atingida por tiro acidental

A Polícia Civil concluiu o inquérito policial que apura a morte da jovem de 18 anos atingida por um tiro disparado pelo próprio irmão policial, em Botucatu (SP), no dia 16 de junho. O documento foi enviado ao Fórum da cidade.

Maria Vitória Carmello morreu depois de ser atingida no pescoço por um disparo da arma de fogo. Segundo o boletim de ocorrência, o disparo ocorreu enquanto seu irmão, Leonardo Matheus Carmello, de 28 anos, manuseava a pistola perto dela.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Lourenço Talamonte, o laudo necroscópico também foi emitido e confirmou que o tiro foi acidental. O resultado mostra que a bala atingiu o pescoço e perfurou o pulmão de Maria Vitória, que teve hemorragia interna.

Ainda de acordo com o delegado, o processo administrativo que avalia a possível exoneração do cargo de Leonardo, que estava em estágio probatório na Polícia Civil, decidiu pelo seu afastamento preventivo. O processo deve ser concluído em paralelo com a decisão da Justiça.

Leonardo foi preso em flagrante por homicídio, mas solto no dia 17, após passar por audiência de custódia. Ele vai responder pelo homicídio em liberdade.

Fonte: G1