Botucatu: Polícia Civil registrou 44 casos de estupros na cidade nos 5 primeiros meses do ano; 31 de vulneráveis

O Banco de Dados da Polícia Civil do Estado de São Paulo, aponta que foram registrados 44 casos de estupros na cidade de Botucatu, nos primeiros 5 meses do ano, de janeiro a maio.

http://www.ssp.sp.gov.br/

Botucatu começou 2021 com 11 casos de estupro. Sendo 7 com vítimas menores de 14 anos ou pessoas que não possuem a livre capacidade de entender e de querer o que seja o ato sexual.

Em fevereiro, os casos de estupros aumentaram. 12 casos totais, sendo 8 com vítimas menores de 14 anos ou pessoas que não possuem a livre capacidade de entender e de querer o que seja o ato sexual.

Desde março, os casos de de denúncias de estupro diminuíram, o que pode não significar a diminuição dos casos, mas falta de registro das vítimas ou de seus responsáveis.

A maioria dos casos registrados são de estupro de vulneráveis.

De acordo com o Delegado Seccional de Botucatu, Dr. Lourenço Talamonte, a Polícia Civil de Botucatu desempenha um trabalho completo de investigações dos casos para que a estuprador seja punido rigorosamente de acordo com a Lei. Além da denúncia formal nas delegacias, é importante que a família das vítimas confie no trabalho investigativo e de coleta de provas.

O Delegado também orienta que a população deve denunciar sempre que houver suspeita de crime, principalmente nesses casos de abusos. “Nenhuma denúncia fica sem ser investigada. A Polícia Civil dispõe de ferramentas tecnológicas modernas que auxiliam nas investigações”, orientou Talamonte.

61 estupros em 2020

Em 2020 Botucatu registrou oficial 61 casos de estupro. Do total, 43 foram contra crianças menores de 14 anos e pessoas mentalmente incapazes.

Leia Notícias

Scroll Up