Botucatu: Policia Civil prende 2 criminosos que participaram do sequestro de idoso em condomínio da cidade

O trabalho de investigação de Polícia Civil de Botucatu resultou na identificação dos 4 jovens que praticaram o sequestro relâmpago de um professor aposentado no dia 13 de setembro no Residencial Indaiá, em Botucatu.

De acordo com o Delegado Seccional Lourenço Talamonte, os quatro bandidos são da cidade de São Carlos. Dois já foram presos após serem identificados pela vítima. Além disso, a impressão digital de um dos envolvidos ajudou na solução do caso. O primeiro deles foi preso na cidade de São Carlos, na última sexta, 15.

Talamonte também informou que os quatros homens, com idade entre 21 a 23 anos, possuem ficha criminal extensa com participações em roubos e homicídios, além de fazerem parte de uma facção criminosa.

Relembre o caso

Um homem foi vítima de sequestro-relâmpago por volta das 16 horas desta segunda-feira, 13, em Botucatu.

De acordo com a Polícia Civil de Botucatu, ele foi abordado por quatro criminosos armados com pistolas em sua residência, no Condomínio Indaiá, na Rodovia João Hipólito Martins, a Castelinho. Os bandidos entraram por uma área de canavial.

A vítima, que segundo informações é um professor aposentado da Unesp, foi levada em seu próprio carro, um Fiat Argo, e liberada pouco tempo depois, entre Botucatu e São Manuel, em uma área verde, sem o seu veículo. Os criminosos informaram os familiares sobre o paradeiro.

Os criminosos só liberaram a vítima após o homem realizar diversas transações financeiras por PIX. O valor informado teria sido, no total, de R$ 15 mil.

A Polícia Civil informou que está realizando buscas pelos criminosos e pelo veículo. A vítima foi levada à DIG para prestar depoimento.

Leia Notícias

Scroll Up