Botucatu: Novos empregos no comércio, serviços e indústria são esperados para 2020, diz Pardini

O Prefeito Mário Pardini vem sendo cobrado para atrair empresas no setor industrial. Ele reconhe­ce a pressão por novas indústrias por parte da população e reflete que o momento econômico do Brasil é difícil, porém destacou empresas que estão se instalando na cidade e outros prospec­tando negócios.

Pardini afirmou que neste ano de 2020, pelo menos três novas opera­ções vão ampliar o em­prego direto em torno de 800 novos postos de trabalho. Foram citados o Panelão, rede de su­permercados que está se instalando na Vila Maria e deverá empregar até 200 funcionários, a Rede Havan, loja de departa­mentos, com mais 200 empregados.

Além desses novos negócios, no setor de comércio e serviços, Par­dini relatou a ampliação da Centroflora, que está ampliando sua produção e suas instalações, ne­cessitando de aproxima­damente 100 novos fun­cionários. A Centroflora produz extratos vegetais destinados à alimentação e medicamentos.

Além da Centroflora, já instalada na cidade, tam­bém a Caio Induscar deve continuar ampliando seus negócios em Botucatu. Ele citou que no final de 2019 a fábrica abriu con­tratação de novos fun­cionários para atender demandas das empresas coligadas ao grupo, que também produzem para o setor automobilístico. Serão feitas centenas de contratações.

Pardini também desta­cou a Embraer. “Fui infor­mado pelo novo diretor da empresa que novas contratações estão sen­do planejadas para a uni­dade da cidade. A parce­ria com a Boeing deverá gerar mais emprego, não só para a Embraer, como para as demais empresas do setor aeronáutico em Botucatu”.

Por fim, o Prefeito citou que foi procurado, no iní­cio do mês de dezembro, por empresários de uma grande marca de cerveja, que está prospectando ampliação de sua produ­ção e incluiu o Municí­pio nas avaliações. “Essa cervejaria vai precisar de uma grande área e água boa. Temos condições de oferecer as duas coisas. A água de boa qualida­de temos no município e também temos condições de trabalhar na oferta de áreas grande para esse tipo de empresa, mas até agora não houve ne­nhuma decisão desses empresários e não me au­torizaram a detalhar o in­vestimento. Recebi esses empresários na Prefeitu­ra e ofereci ajuda do mu­nicípio para termos essa empresa, que certamente deverá empregar muitas pessoas”.

Jornal Leia Notícias por Haroldo Amaral

Scroll Up