Botucatu: Nove meses após crime de feminicidio, Justiça inicia oitiva das testemunhas da morte de jovem assassinada pelo marido

Há 9 meses, familiares da botucatuenses Helen Jéssica de Oliveira Oyan, de 30 anos, buscam por justiça.

A jovem foi assassinada na madrugada do dia 26 de julho de 2021. Helen Jéssica foi encontrada morta no banheiro de sua casa, com marcas de 9 golpes de faca pelo corpo, desferidos pelo marido Elton Soares de Souza, de 36 anos.

De acordo com Laura Oyan, tia de Helen Jéssica, a primeira audiência do caso será na tarde desta terça-feira, 29 de março, no Fórum de Botucatu. Laura é uma das testemunhas de acusação. Foi para ela que Elton ligou antes de fugir e contou sobre o ocorrido. A tia da vítima foi a primeira a chegar na casa e encontrar o corpo da jovem já sem vida.

Helen Jéssica deixou duas filhas pequenas. A mais velha, com 7 anos, faz tratamento psicológico até hoje para se recuperar do que viu dentro de casa. Ela e a irmã de 2 anos, estão sob a guarda da tia materna desde o crime.

Elton está preso desde julho de 2021, quando tentou fugir para a região de Sorocaba, mais foi capturado pela polícia.

Leia Notícias