Botucatu: Namorado de mulher que morreu após ser atingida por cabeça d’água conseguiu se salvar de afogamento por causa de mochila

Uma mulher de 40 anos morreu na noite desta sexta-feira (17) após ser atingida por uma cabeça d’água que se formou no Rio da Bocaina, na zona rural de Botucatu (SP).

Chovia na região naquele momento e o fenômeno é provocado justamente quando uma chuva intensa atinge a cabeceira do rio e provoca a elevação repentina e violenta do nível das águas, provocando fortes ondas.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o corpo de Camila Vigliazzi Bianconi foi localizado próximo ao Bairro Piapara, que fica a cerca de 2,5 km de onde ela estava no momento em que foi atingida pela força da água.

Ainda segundo os bombeiros, a distância em que o corpo foi localizado e suas condições, em local de difícil acesso e enroscado em meio a muita vegetação, reforçam a tese da ocorrência de uma cabeça d’água no Rio da Bocaina.

Segundo o boletim de ocorrência, Camila foi ao local de moto com o namorado, de 45 anos, e ambos estavam embaixo da ponte no momento em que foram surpreendidos pela forte correnteza. A motocicleta ficou em cima da ponte e não foi levada.

Ainda segundo o BO, o namorado de Camila também foi arrastado pelas águas, mas o fato dele usar uma mochila de hidratação nas costas, conhecida com “camellback”, o teria ajudado no momento em que a correnteza o levou.

O homem foi socorrido pelo Samu e levado para atendimento no Hospital das Clínicas (HC) da cidade. Ele ficou em observação durante a noite e teve alta na manhã deste sábado (18).

O corpo de Camila começou a ser velado neste sábado (18) pela manhã e será sepultado no fim da tarde, no Cemitério Jardim, em Botucatu.

Fonte: G1 ( Foto Ilustração)