21 abril, 2024

Últimas:

Botucatu: Mulher relata que foi espancada e ameaçada de morte pelos irmãos. Uma das agressoras usou spray de pimenta

Anúncios

Uma briga em família quase terminou em homicídio em Botucatu, neste último sábado, 15, na Cohab 1.

A vítima é a representante comercial Luciane Bernardo, de 45 anos. De acordo com o relatado, ela foi ofendida, ameaçada e agredida por dois irmãos, um de 33 anos e uma de 53 anos, essa inclusive teria utilizado spray de pimenta no rosto da mulher.

Anúncios

Luciane contou que retornou para Botucatu há 3 meses, para a casa da sua mãe, uma idosa de 74 anos, com problemas de saúde. De acordo com ela, foi preciso organizar as finanças da mãe, que recebe uma pensão, pois o dinheiro estaria sendo utilizado pelo irmão para outros fins e não a qualidade de vida da idosa.

Com essa atitude, segundo a vítima, o irmão teria ficado insatisfeito e neste sábado, 15, ficou alterado ao chegar em casa. A mulher relatou que o irmão começou a gritar com ela, fazendo ofensas e a ameaçando de morte.

Anúncios

Quando eles iniciaram uma discussão, o rapaz teria pego uma faca e ameaçado Luciane. Depois ele a empurrou e jogou contra ela um ventilador, machucando a mulher.

Pouco tempo depois, o irmão de 33 anos deixou a residência, mas ligou para uma irmã mais velha, de 53 anos.

Segundo Luciane, a irmã chegou na residência acompanhada do namorado aos gritos, discutindo com ela e elas tiveram um desentendimento.

Já na garagem da casa, as duas estavam brigando, quando a irmã mais velha pegou um spray de pimenta e a poucos centímetros de distância espirrou uma grande quantidade no rosto de Luciane, acertando os olhos, nariz e boca.

A vítima começou a passar mal e pedir por socorro, mas segundo relato dela, a irmã e o namorado foram negligentes, negaram socorro e a irmã teria dito que ela deveria morrer.

A mãe idosa estava na porta da garagem acompanhando tudo e começou a passar mal, inclusive pela grande quantidade utilizada do spray de pimenta.

Luciane precisou ser levada, com ferimentos e dificuldades respiratórias, ao Pronto Socorro de Botucatu. Ela relatou que nesta segunda-feira, 17, irá à delegacia fazer a denúncia contra os dois irmãos.

A vítima fez uma postagem nas redes sociais e teve grande repercussão sobre o fato.

O outro lado

A irmã da mulher que fez a denúncia procurou a reportagem para dar sua versão.

De acordo com ela, “a pessoa que fez a denúncia é desequilibrada. Eu caí no chão e ela veio me agredir com uma pedra na minha cabeça. Como estou com o dedo com pinos e recém operado, tive que me defender, usando o spray. Minha mãe estava o tempo todo lá dentro e essa agressão foi no portão. Os policiais tiveram que conter a minha irmã e me orientaram a fazer um B.O. com esse laudo. Minha advogada já vai entrar amanhã com isso. Fui lá porque minha mãe não pode passar por isso. Ela faz escândalo todos dias. Meu irmão também vai fazer B.O. por homofobia, calúnia e difamação. Ela tomou posse do dinheiro e da casa. Ela se fez de vítima nas redes sociais, mas o policiais tiveram que contê-la. Eu tenho esse spray para minha proteção e lá, no caso, foi a minha salvação”, relatou.

Jornal Leia Notícias

Últimas

Botucatu: Polícia Militar prende homem com armas, munições e drogas no Parque Marajoara

21/04/2024

Anúncios Na última sexta-feira, dia 19, por volta das 21h uma operação da Polícia Militar no...

Categorias