Botucatu: Moradora questiona CPFL após funcionário se negar a usar máscara durante atendimento

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Uma moradora do Jardim Itamaraty em Botucatu entrou em contato com o Jornal Leia Notícias para denunciar a falta de uso de máscara por um funcionário da CPFL Paulista.

De acordo com a denúncia, o funcionário da empresa de energia foi até a casa da mulher para cortar a energia. Como a conta estava paga, ela precisaria mostrar a conta para o homem não realizar o corte. Ao perceber que ele estava sem máscara, ela pediu que ele a colocasse, evitando assim o o contágio por Covid-19.

Segunda a moradora, ele disse que se ela era a dona da casa e estava sem, porque seria ele quem teria que utilizar“.

” Eu expliquei que havia tirado o dia para higienizar as máscaras de proteção, já que não sairia de casa e que elas estavam molhadas.Ele ironizou e se negou a colocar a proteção dele.”

Moradora do Itamaraty

Para não ter a energia cortada, a mulher teve que enfrentar o risco de contágio e mostrar o comprovante de pagamento para o funcionário.

Em nota, a CPFL Paulista disse que todos os seus colaboradores e funcionários de empresas terceirizadas são orientados a usar máscara em visitas às residências de clientes para a realização de serviços. A companhia irá apurar internamente a situação e adotar as medidas cabíveis, além disso reforçará junto às empresas contratadas que sejam seguidos todos os protocolos de segurança recomendados pelos órgãos de Saúde Pública.

A distribuidora solicita aos clientes que presenciarem comportamentos inadequados em relação à proteção contra o novo coronavírus não permitam a entrada de qualquer colaborador ou funcionário terceirizado e denuncie o fato por meio do 0800 010 1010.

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes