Botucatu lança campanha contra o racismo

A Prefeitura de Botucatu, através da Secretaria Municipal de Políticas de Inclusão, e o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, com apoio da OAB [Ordem dos Advogados do Brasil] 25ª subseção Botucatu, lançaram na tarde desta quarta-feira (7), em evento realizado no Cine Janelas, a campanha “Botucatu Contra o Racismo”. A iniciativa abriu as atividades dentro da Semana da Consciência Negra – 2016.

Na oportunidade foram apresentadas as fotos produzidas pela fotógrafa profissional Malu Ornellas. Elas farão parte desta ação que busca sensibilizar toda comunidade para a identificação de práticas racistas, comentários velados, além de explicar como reagir e quais providências tomar caso seja uma vítima de racismo.

“A campanha nasceu há um ano. Estruturamos e optamos por não utilizar modelos, mas sim membros da sociedade, do nosso dia a dia. A intenção é que estas fotos sejam expostas em outros espaços públicos, de forma itinerante”, diz Cléberson Evangelista, secretário do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial.

“Esta semana dá visibilidade a uma questão que ainda é indesejável dentro da nossa sociedade, que é do posicionamento preconceituoso. Precisamos avançar com este tema e a campanha serve justamente pra isso, para possamos construir em todas as instancias princípios e conceitos que tratem a população negra com mais respeito”, argumenta o secretário municipal de Políticas de Inclusão, Paulo Malagutte.

“Infelizmente, por vários motivos, o país vive um clima muito ruim, o que tem se refletido no comportamento da população.  Hoje manifestações de ódio, intolerância e discriminação estão explicitas quanto às questões de gênero, etnia e racial. Coisas que até pouco tempo atrás estavam arrefecidas. Por isso esta campanha é bastante oportuna para que combatamos esse tipo de comportamento negativo”, acrescenta o vice-prefeito, Antonio Luiz Caldas Júnior.

Semana da Consciência Negra

A Semana da Consciência Negra em Botucatu continua no próximo dia 12, no Teatro Gino Carbonari, às 19h30, quando está marcada a abertura da quarta edição dos Jogos da Igualdade, que se encerrará no dia 14, na Casa da Juventude. Já no dia 13, também no Teatro Gino Carbonari, a partir das 20 horas, acontece o “Bossa Convida – Afro Brasilidades”.

Reflexão

Celebrado oficialmente em 20 de novembro, o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra é instituído pela Lei 12.519. A data é importante para os negros brasileiros, e estimula a reflexão sobre a maneira como estes se encontram inseridos na sociedade. No contexto histórico, as celebrações do 20 de novembro surgiram na segunda metade dos anos 1970, no âmbito das lutas dos movimentos sociais contra o racismo.

O dia homenageia Zumbi, símbolo da resistência negra no Brasil, morto em uma emboscada, no ano de 1695, após sucessivos ataques ao Quilombo de Palmares, em Alagoas. Desde 1997, Zumbi faz parte do Livro dos Heróis da Pátria, no Panteão da Pátria e da Liberdade.

Denuncias de racismo

Denúncias de racismo podem ser encaminhadas ao Disque 100 e à Ouvidoria Nacional da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – SEPPIR. Pelo órgão de igualdade racial, foram registradas 197 denúncias, de janeiro a novembro deste ano. 

É importante mencionar que elas podem ser feitas pessoalmente, pelo telefone (61) 2025-7000 ou e-mail [email protected] relação ao Disque 100 – Módulo Igualdade Racial, o quantitativo de denúncias recebidas em 2016, até o momento, totalizam 429.

Fonte: Prefeitura de Botucatu

Últimas

Migrantes haitianos recuperam a esperança no México

25 set 2021

O México é uma luz no fim do túnel para os cerca de 300 migrantes haitianos...

Categorias

Scroll Up