Botucatu: Justiça define data do início das audiências dos bandidos presos após assalto a banco, explosões e troca de tiros

A Justiça definiu a data da Audiência de Instrução e Debate de Julgamento de 16 pessoas presas, suspeitas de envolvimento no ataque a Botucatu, na madrugada do dia 29 para o dia 30 de novembro de 2020, com assalto a agências bancárias, com uso de explosivos e armas de grosso calibre. Naquele dia houve troca de tiros entre bandidos e policiais, em uma noite de terror para a população botucatuense.

De acordo com o Tribunal de Justiça de São Paulo, o caso seguirá sendo julgado em Botucatu. A audiência está marcada para os dias 23 e 24 de novembro, de forma virtual, pelo risco de conduzir os presos, considerados de alta periculosidade.

No início deste ano já ocorreu uma sentença, onde a juíza que cuidava do caso condenou 4 mulheres e um homem em 9 anos de prisão, por envolvimento no crime.

Após essa sentença, a juíza recebeu ameaças de morte, inclusive uma carta a ameaçando foi encontrada no Presídio de Avaré. Ela pediu para deixar o caso e foi afastada. Uma nova juíza foi designada e irá conduzir esse próximo julgamento.

Segundo a Polícia Civil ainda há mandados de prisão abertos e a busca por outros envolvidos ao ataque contra a Cidade de Botucatu continua.

Jornal Leia Notícias

Scroll Up