Botucatu: Hospital Veterinário da Unesp adotará novas normas sanitárias para retomar atendimento

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um dos locais cujo atendimento foi reduzido ou paralisado devido à pandemia de covid-19 em Botucatu, o Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária da Unesp (HV/FMVZ), prepara seu retorno gradual aos atendimentos. No entanto, ainda não há uma data definida pela direção para a reabertura do local.

Documento assinado e emitido nesta segunda-feira, 22 de junho, e assinado pelo Luiz Henrique de Araújo Machado, Hospital Veterinário da FMVZ/Unesp,estabelece novas normas sanitárias e de prevenção à saúde humana na possível retomada das atividades.

O documento estabelece diretrizes para a reabertura, que ainda será avaliada e autorizada pela Coordenadoria de Saúde e Segurança do Trabalho e do Comitê Unesp Covid-19, a fim de se evitar aglomerações, bem como a avaliação dos tutores dos animais a serem atendidos. Somente serão atendidos casos emergenciais e os mesmos deversão ocorrer mediante agendamento. A própria assistência aos pacientes ocorrerá mediante análise.

Confira as diretrizes estabelecidas:

  • 1. A equipe de profissionais será dividida em grupos, que não se encontrarão, para evitar possíveis contágios e afastamentos;
    2. Só serão atendidos casos emergenciais;
    3. Os casos obrigatoriamente terão que ser agendados por contato telefônico prévio por número ainda a ser divulgado;
    4. Só poderão adentrar o HV os casos agendados, com um único tutor, portando máscara facial e utilização de antissépticos e este não poderá circular livremente pelas dependências;
    5. Pessoas com quaisquer sintomas possíveis de COVID-19 não poderão adentrar o HV. Caso isto seja verificado na chegada ao HV não será permitida a entrada para atendimento;
    6. O distanciamento físico entre as pessoas terá que ser respeitado.
    Aproveitamos a oportunidade para esclarecer e informar a população que, apesar das atividades presenciais terem sido suspensas, a equipe do HV se manteve bastante ativa durante esse período, colaborando com as ações do município e do Hospital das Clínicas no enfrentamento da pandemia. Residentes e docentes da FMVZ estão atuando diretamente em ações de treinamento e conscientização em estabelecimentos comerciais, agendamentos e esclarecimentos quanto no diagnóstico da COVID-19. O HV promoveu o empréstimo de equipamentos médicos e insumos hospitalares e de proteção ao HC, polícia militar, guarda civil municipal e outros.

“Como órgão público, obrigatoriamente, o HV seguiu as recomendações superiores, especialmente do Comitê Unesp Covid-19, que determina quais ações, e como executá-las, para que a retomada das atividades aconteça sem prejuízo a todos os envolvidos”, salienta o documento assinado pelo professor Araújo Machado.

Segundo o documento, “as ações desenvolvidas neste período tiveram grande impacto para que a situação epidemiológica em Botucatu estivesse mais confortável que em outros municípios. Infelizmente com as recomendações superiores tivemos que suspender o atendimento clínico do HV”.

“Vale lembrar que, em época considerada normal, o trânsito diário de pessoas no HV, entre residentes, docentes, funcionários, estagiários e usuários, ultrapassa duas centenas de pessoas, o que epidemiologicamente era e ainda é temerário para a manutenção da segurança de todos”, finalizou o supervisor.

Flávio Fogueral/Notícias Botucatu

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes