Botucatu: Hospitais atingem saturação de vagas UTI para Covid-19; redes pública e privada estão com 110% de ocupação

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Nesta quinta-feira, 4 de março, os dois hospitais referência para tratamento da Covid-19 atingiram a saturação em oferta de vagas para os casos encaminhados a ambos. Ambos têm 110% de ocupação de leitos em terapia intensiva exclusivos para a enfermidade.

Vinculado ao Sistema Único de Saúde (SUS), o Hospital das Clínicas de Botucatu (HCFMB) está há uma semana com 110% de ocupação, onde todas as 30 vagas estão em uso. Para amenizar o problema foram acionados mais três espaços emergenciais, que também têm pacientes internados. Há 82 pacientes, neste momento, em tratamento na unidade, sendo que 51 já têm diagnósticos positivos ao coronavírus. Na enfermaria, há 49 pessoas internadas e 50 vagas disponíveis.

Desde o início da pandemia, o HCFMB registrou 183 óbitos de pacientes e 348 altas hospitalares.

O HCFMB tem atingido diariamente sua ocupação máxima de leitos de UTICOVID. Nesta quinta, permanecemos com 110% de ocupação, o que significa que, além dos 30 leitos de UTICOVID disponíveis no HC, mais três leitos estão ocupados por três pacientes covid positivo. O número de pacientes internados é maior do que o número de leitos disponíveis para covid-19 por seguirmos cumprindo o nosso compromisso em promover assistência à todos os pacientes que precisam do HC neste momento., frisa o HCFMB em nota oficial.

Já na rede privada, que concentra dez leitos, foi necessária a abertura de mais um para suprir a demanda. Não há informações sobre quantidade de vagas em enfermaria e a empresa gestora do hospital ressalta que “é referência no setor privado de saúde para o tratamento da doença e tem recebido pacientes das macro regiões de Sorocaba, Ribeirão Preto e até das cidades do noroeste paulista, na divisa com o Mato Grosso do Sul”, segundo postagem em seu site oficial na quarta-feira, 3 de março.

Segundo postagem em seu site oficial, a rede privada salienta que  registrou 206 internações desde o inicio da Pandemia. Mantém, ainda, um andar inteiro para enfermaria exclusiva de Covid-19 em seu hospital na Vila Assumpção. Cogita-se o uso da estrutura da Misericórdia Botucatuense, fato que não foi confirmado oficialmente pela responsável do sistema privado.

Como forma emergencial para desafogar o sistema, a Secretaria Municipal de Saúde tem estruturado o Hospital Sorocabana para receber pacientes em leitos semi-intensivos.

Flávio Fogueral – Noticias Botucatu

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes