Botucatu: Homem flagrado se masturbando em carro pode ser preso de 3 meses a um ano, mas a Polícia ainda não recebeu a denúncia

O delegado seccional de Botucatu, Lourenço Talamonte Netto, informou que até o momento o caso do homem filmando flagrado se masturbando dentro de um carro, na Rua João Passos, no centro de Botucatu, até o momento não foi denunciado na Polícia Civil.

As imagens foram feitas na última terça-feira, 4, por funcionários de uma empresa de monitoramento enquanto eles instalavam câmeras de segurança e o vídeo teve grande repercussão após ter sido divulgado pelo Botucatu Online e pelo Jornal Leia Notícias no dia 5.

De acordo com o Delegado, o caso já deveria ter sido denunciado porque a situação se configura como crime, previsto no Código Penal. Só com a denúncia, explica o delegado, a polícia pode agir para investigar o caso.

Segundo Talamonte Netto, a situação é tipificada pelo artigo 233 do Código Penal, que prevê pena de detenção de três meses a um ano, ou multa, para quem “praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público”.

De acordo com o empresário Luiz Rogério Peres, dono da empresa que instala câmeras e sistemas de segurança, ele ainda não fez a denúncia do caso à polícia porque está tentando identificar a placa do carro através de outras câmeras de monitoramento na cidade, para depois registrar um boletim de ocorrência.

.

Jornal Leia Notícias – com informações G1