27 de maio, 2024

Últimas:

Botucatu: Grávida, com gestação de risco, pede para genro levar cocaína em maternidade

Anúncios

Na noite do domingo (14), a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de tráfico de drogas na Maternidade da Unesp, em Botucatu. Segundo informações registradas em Boletim de Ocorrência, uma funcionária do hospital relatou que um jovem de 24 anos deixou um celular para ser entregue a uma paciente grávida, de 33 anos. Durante o procedimento padrão de verificação do dispositivo, foi descoberta uma porção de substância semelhante a cocaína escondida entre o celular e sua capa.

A paciente, confessou ser usuária de cocaína e encontrava-se grávida de sete meses. Ela admitiu ter solicitado ao seu genro que escondesse o entorpecente entre o celular e sua capa. Devido à delicada situação de sua gravidez, não foi possível sua apresentação no plantão policial.

Anúncios

Os seguranças do hospital indicaram o jovem, como o responsável pela entrega do celular com a droga. Durante a abordagem, os policiais encontraram um cigarro de maconha no bolso da blusa do rapaz. Ele alegou que a droga era para uso próprio e afirmou ser genro da gestante, a quem levou o entorpecente a pedido dela.

Diante dos fatos, Gustavo foi detido e algemado para evitar qualquer tentativa de fuga. Ele foi encaminhado à delegacia para os procedimentos legais cabíveis.

Anúncios

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios No último domingo de maio, dia 26, a sorte brilhou para uma moradora de Botucatu durante o sorteio do...

Categorias