Botucatu: Festa de aniversário causou contaminação em massa de Covid na Cidade. Infectologista alerta para eventos super-disseminadores

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Há aproximadamente 10 dias ocorreu uma festa de aniversário em Botucatu, com cerca de uma centena de convidados, em um salão de festas dessa cidade, durante a pandemia da Covid-19.

Após esse evento, pelo menos 10% das pessoas, entre convidados e aquelas que estavam trabalhando na festa, foram contaminadas com a Covid-19 e, em função dos sintomas não aparecerem de forma imediata, algumas dessas pessoas também contaminaram familiares e outras pessoas próximas.

Nos últimos dias, em Botucatu, também ocorreu uma confraternização de uma empresa, com menos pessoas, pouco mais de 10 convidados, mas praticamente todos foram contaminados pela Covid-19.

De acordo com o Dr. Alexandre Naime Barbosa, infectologista chefe do Hospital das Clínicas de Botucatu, uma das principais autoridades sobre a Covid-19 no País, a maior forma de transmissão da doença, neste momento, está sendo esse tipo de evento, que ele explicou que são chamados de “eventos super-disseminadores”.

Segundo Dr. Alexandre Naime Barbosa, esses eventos, com grande número de pessoas, durante a pandemia da Covid, geralmente em locais fechados, mesmo que planejados, com algum tipo de distanciamento social, são muito arriscados e devem ser evitados no momento.

Dr. Alexandre Naime Barbosa ainda afirmou que o Brasil ainda não saiu da chamada “primeira onda da Covid” para começar a falar de “segunda onda”, como já está ocorrendo em países da Europa.

De acordo com a Prefeitura de Botucatu, até a noite desta terça-feira, 17, Botucatu contava com 2851 casos confirmados de Covid-19, entre eles estão 52 óbitos, 3 internados positivos, 97 pessoas em isolamento domiciliar e 2699 recuperados.


Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes