Botucatu: duas agências do Banco do Brasil encerram as atividades no dia 18 de fevereiro

(fotos: Leia Notícias)

Apesar de protestos de clientes e até da realização de um abaixo-assinado, as agências do Banco do Brasil na Vila dos Lavradores, em Botucatu, já tem data para encerrar o funcionamento: dia 18 de fevereiro.

Na porta das duas agências (da Rua Major Matheus e da Rua Brás de Assis) existe um comunicado do Banco do Brasil avisando que as atividades serão encerradas em 18/02/2017.

Segundo informações de um funcionário, os estagiários do BB, destas duas agências, foram dispensados e os funcionários terceirizados estão cumprindo aviso prévio. Já os concursados serão remanejados para outras agências do Banco do Brasil. Este mesmo funcionário revelou que diversas pessoas estão encerrando suas contas no BB em função do fechamento das agências e abrindo contas em outros bancos que atendem na Vila dos Lavradores.

A partir do dia 18 de fevereiro Botucatu passará a contar apenas com três agências do Banco do Brasil: são duas na Rua Amando de Barros e uma no campus da Unesp, em Rubião Júnior.

Crise

O fechamento das duas agências do Banco do Brasil em Botucatu e de outras 400 em todo o País, 222 apenas no Estado de São Paulo, já havia sido divulgado pelo BB no dia 21 de novembro.

A instituição financeira anunciou uma redução de gastos de R$ 750 milhões ao ano com sua estrutura organizacional, através do encerramento de atividades de algumas agências e também com a transformação de outras 379 em postos de atendimento, entre outras medidas.

Desse montante, R$ 450 milhões serão economizados com o enxugamento da estrutura e R$ 300 milhões com redução de gastos com transporte de valores, segurança e despesas com os imóveis.

Entre as agências encerradas e substituídas por postos de atendimento, serão 781 unidades afetadas, de um total de 5.430 —o que corresponde a 14% do total do banco.

Leia Notícias

Scroll Up