Botucatu: Casos de dengue continuam aumentando. São 147 confirmados desde o início do ano

Mesmo com todas as ações da VAS é necessário continuar eliminando possíveis criadouros do mosquito.

Os casos de dengue seguem aumentando diariamente em Botucatu. De acordo com dados da Vigilância Ambiental em Saúde (VAS), divulgados nesta terça-feira, 10, já foram confirmados 147 casos, sendo 130 autóctones e 17 importados, em 2022 em Botucatu.

A VAS continua com as ações de combate e controle de criadouros do mosquito da dengue no Município. Nesta quarta-feira, 11, a aplicação de inseticida através de atomizadores costais será realizada no Jardim Ipiranga, região Leste.

 A ação ocorrerá entre as 8 e 12 horas, conforme já comunicado aos moradores da região.

 A Vigilância orienta que a população procure atendimento médico ao aparecimento de sintomas como febre alta, dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, dores musculares, manchas vermelhas na pele, cansaço e indisposição. Caso haja a suspeita de dengue ou de outra arbovirose (Chikungunya e Zika vírus), o caso será notificado e as ações para quebrar o ciclo de transmissão destas doenças serão desencadeadas oportunamente.

Em caso de chuva, a aplicação do inseticida será reagendada.

Sobre a nebulização:

A Vigilância irá aplicar um inseticida com objetivo de matar os mosquitos adultos possivelmente infectados com o vírus da dengue.

O produto agirá apenas no momento da aplicação, portanto a eliminação de condições favoráveis à proliferação do Aedes aegypti, através da manutenção adequada de recipientes com água parada, ainda é a melhor forma de combater a dengue.

Os agentes de combate às endemias visitarão os imóveis previamente e orientarão os moradores quanto à preparação do ambiente para receber a aplicação do inseticida. Após 20 minutos, os agentes retornarão para confirmar se o ambiente já está preparado para o bombista aplicar o produto.

O tempo mínimo de espera para retornar ao imóvel após a aplicação do inseticida deverá ser de 30 minutos. Em hipótese alguma, os bombistas retornarão aos imóveis que estiverem fechados ou não preparados para receber o inseticida, portanto é importante que a preparação do ambiente seja seguida dentro do prazo estipulado.

Como preparar o imóvel:

 – Guarde em local fechado ou mantenha cobertos os alimentos, utensílios de cozinha, roupas limpas ou penduradas no varal, bebedouros de animais e aquários;

– Retire ou mantenha levantadas roupas de cama e toalhas de mesa para que o inseticida possa atingir todos os locais;

– Mantenha abertas as portas, janelas e cortinas para facilitar a entrada do inseticida;

– Retire ou mantenha em cômodo fechado os animais domésticos (cães, gatos, aves, entre outros)

– Pessoas impossibilitadas de aguardarem a aplicação do inseticida do lado de fora, deverão permanecer em cômodo com portas e janelas fechadas.

Mais informações:

Vigilância Ambiental em Saúde

Rua Major Matheus, 07 – Vila dos Lavradores

Telefone: (14) 3811-1609

– Com Comunicação