Botucatu: Casos de Covid crescem 16% em uma semana; são 75 botucatuenses a mais infectados

Botucatu observou o registro de 75 novos casos de Covid-19, doença respiratória aguda causada pelo novo coronavírus, em uma semana. Levantamento realizado pelo Leia Notícias, com base nos números divulgados nos boletins epidemiológicos emitidos pela Secretaria Municipal de Saúde, constatou que eram 473 casos positivos em 17 de junho, passando a 548 pessoas com o coronavírus até a noite de quarta-feira, 24.

O crescimento é de 16% no total de casos positivos, sendo que a maior parte é oriunda de testes realizados na comunidade, ação que a Prefeitura tem realizado desde abril e que foi intensificado nesta semana. No dia 17 de junho ocorreram 3.318 exames em botucatuenses que apresentaram algum sintoma de síndrome gripal, referenciados pela Central Coronavírus. O resultado apontou 2.950 casos negativos e 368 positivos.

Já em 24 de junho, o total de pessoas que realizaram as testagens referenciadas pelo município foi de 3.927, com 427 botucatuenses positivos ao vírus SARS-Cov2, enquanto que 3.500 foram apontados como negativos para o novo coronavírus.

Em 22 de junho, o prefeito Mário Pardini anunciou a ampliação dos testes de covid-19 na população. Serão mais 1.400 exames que ocorrerão por meio de sorteio entre os moradores da Cidade. Além disso, mais 1.200 testes serão aplicados em profissionais da rede municipal de Saúde, guardas civis municipais e em profissionais da assistência social.

Recuperados

O índice de pessoas recuperadas do coronavírus em Botucatu também apresentou elevação no período de 17 a 24 de junho, passando de 310 para 368, crescimento de 18,70%. Já no global, os botucatuenses que enfrentaram o coronavírus e que foram curadas da doença representam 67% desde o início da pandemia.

Óbitos

O número de óbitos teve oscilação de 36% em sete dias, passando de 11 para 15 óbitos. As quatro mortes foram nos dias 17 de  junho (mulher de 78 anos), 18 de junho (vítima do sexo feminino, 76 anos), 19 de junho (mulher de 69 anos), 20 de junho (homem de 85 anos) e no dia 23, sendo a vítima uma mulher de 85 anos. Desse total, três casos são decorrentes do surto de covid-19 em duas casas de longa permanência.

Leitos

Quanto às taxas de ocupação de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) também se manteve entre 40% e 46% no Hospital das Clínicas de Botucatu (HCFMB), serviço atrelado ao Sistema Único de Saúde (SUS). O HCFMB possui trinta leitos em UTI (número que passou a 30 em 19 de junho) e 100 em enfermaria para tratamento exclusivo da doença. No entanto, o hospital recebe pacientes de outros municípios do estado.

Já na rede privada, o índice em UTI permanece em 10%, com dez leitos disponíveis.

Os dados sobre a covid-19 são divulgados diariamente em dois informes: um pelo governo do Estado e outro pela Secretaria Municipal de Saúde.

Flávio Fogueral / Jornal Leia Notícias

Scroll Up