Botucatu: Bairro Alto tem infestação de caramujos africanos; Câmara pede fiscalização

Os problemas envolvendo infestações de caramujos africanos em determinados pontos da cidade são recorrentes e combatidos de maneira adequada pelo município. Buscando solucionar um novo caso do tipo, o presidente da Câmara Municipal de Botucatu, vereador Carreira [PSB] solicitou por meio de requerimento uma ação da prefeitura em uma área no Bairro Alto. O pedido foi aprovado pela unanimidade dos demais legisladores.

O documento apresentado pelo presidente do Legislativo foi encaminhado ao supervisor de Serviços de Saúde Ambiental e Animal, Valdinei Moraes Campanucci da Silva e pede para que o mesmo determine a realização de uma vistoria no terreno localizado na Rua Vicente Bertocchi, esquina com a Rua Júlio Prestes, na região do Bairro Alto, onde os moradores da região verificaram a presença de grande quantidade de caramujos.

O caramujo africano chegou ao país na década de 80, como alternativa para o comércio do escargot. Mas, como não foram bem aceitos pela culinária brasileira, foram descartados na natureza de maneira inadequada, sem que houvesse um predador para eles. Agora, a espécie é considerada um problema de saúde, já que os moluscos são vetores para várias doenças – a mais perigosa é a meningite eosinofílica. Eles podem se alimentar de fezes, especialmente as de ratos. Se contaminadas, o caramujo torna-se um perigoso hospedeiro e pode transmitir doenças por meio do muco expelido por ele ao se locomover.

Fonte: Câmara Municipal de Botucatu