Botucatu: Após denúncias, organização que faz a gestão do Bom Prato divulga nota de esclarecimento

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Nas últimas semanas, o Jornal Leia Notícias recebeu diversas denúncias sobre possíveis irregularidades na distribuição das refeições do restaurante popular Bom Prato, que fica dentro do campus da Unesp de Botucatu.

O restaurante é de responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. A gestão do local é realizada pela AELESAB – Organização da Sociedade Civil que atua desde 2003 e tem como objetivo planejar e executar projetos assistenciais destinados à população de baixa renda ou em situação de risco e vulnerabilidade social em diversas cidade.

Os denunciantes relataram que motoristas em carros e motoboys retiravam dezenas de refeições de uma só vez, e tinham prioridade para retirada, enquanto pessoas idosas, de outras cidades que passavam por consultas médicas e mães com crianças no colo aguardavam em pé na fila. Outro denunciante relatou que casas de repouso estariam comprando as refeições de baixo custo para alimentar o idosos. Porém, que as famílias pagam valores altos para que os idosos tenham acompanhamento nutricional individual nos lares coletivos.

Foto enviada pelo leitor mostra Motoboy retiando 25 refeições e pessoas aguardando da fila. De acordo com os denunciantes, muitas pessoas carentes acabam ficando sem comida.

Em nota, a AELESAB informou que durante a pandemia realizou parceria com instituições da cidade que retiram diariamente pequenas quantidades de refeições para consumo coletivo e confirmou que são instituições de que cuidam de idosos.

A Organização também informou que funcionário do HC e FMB acabam enviando um único funcionário para retirar as refeições para um grupo de trabalho. A AELESAB também informou que diante das denuncias, só disponibilizará 3 refeições por pessoa, exceto nos casos citados acima.

Confira a nota na integra:

Leia Notícias

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes