Botucatu: 3 estelionatários que aplicavam golpes do cartão clonado foram presos. Prejuízo pode chegar a R$ 500 mil

Três homens foram presos em Botucatu na manhã desta quinta-feira, 3 de junho, pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, porte de droga e receptação. Houve denúncia de que os mesmos causaram mais de R$ 500 mil em prejuízos.

Consta em boletim que policiais receberam a informação de que três homens que aplicaram golpes de cartão de crédito estariam hospedados em um hotel às margens da Rodovia Marechal Rondon (SP 300). A denúncia partiu do filho de uma das vítimas, que soube do paradeiro dos acusados. Segundo o denunciante, sua mãe perdeu R$ 18 mil no golpe.

Consta que as vítimas recebiam uma ligação de pessoas que se identificavam como funciona da Caixa Econômica Federal, informando que teria ocorrido uma compra indevida e que o cartão fora clonado. Avisou que um funcionário do banco iria até a residência para recolher o cartão.

Nas casas das vítima, um homem apresentou crachá falso da Febraban e pegou cartão de Banco e senha. Após isso cada vítima percebeu que caiu em golpe e notou os valores retirados de suas respectivas contas bancárias.

Com o paradeiro informado, a polícia entrou no hotel junto com o filho da vítima que reconheceu o carro usado pelos golpistas. Com conhecimento da gerência e flagrou os três acusados. No quarto foram apreendidos diversos cartões das vítimas, seis máquinas de cartões, notas fiscais de compras, comprovantes de pedágios, três aparelhos celulares (sendo um objeto de furto), três crachás falsos da Febraban, três porções de maconha e R$ 2.182 em notas falsas.

Em contato, as vítimas compareceram ao Plantão da Polícia Civil e reconheceram os três homens, de iniciais L.J.R.S, D.R.M e F.C.

Notícias Botucatu

Scroll Up