Bombeiros salvam cavalo preso em trilhos em cima de ponte de 10 metros em Minas Gerais

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um cavalo foi salvo pelos bombeiros após ficar preso nos trilhos de uma linha férrea na zona rural de Montes Claros. A linha passa em cima de uma ponte sobre um rio com altura de cerca de 10 metros.

Segundo os bombeiros, o animal tentava fugir do tutor quando as patas se prenderam entre os trilhos e ele não conseguiu sair sozinho.

“O proprietário disse que o cavalo estava desaparecido há alguns dias. Ele fazia buscas na mata e ao avistá-lo, tentou prendê-lo com um cabresto, mas o animal correu em direção a essa ponte onde passa uma linha férrea”, conta o cabo Guilherme Cangussu.

A ação de resgate foi complexa e exigiu um planejamento, já que o local oferecia risco para os bombeiros e para o animal. Antes de iniciar a operação, eles solicitaram apoio da Ferrovia Centro Atlântica (FCA).

“Havia o risco de sermos atingidos por um trem ou a queda da ponte. Fizemos contato com a FCA que interditou os trilhos e o trem que estava previsto para passar no local no horário ficou parado em Capitão Enéas. Como a ponte não tinha proteção, nós colocamos cordas nas duas extremidades para ficarmos ancorados”.

Bombeiros tiveram bastante trabalho para retirar o cavalo dos trilhos — Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação
Bombeiros tiveram bastante trabalho para retirar o cavalo dos trilhos (Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

Outro desafio enfrentado pelos bombeiros foi para chegar até o local onde o cavalo estava. A viatura foi deixada em uma fazenda nas proximidades e os três militares andaram a pé pelos trilhos transportando os equipamentos para o resgate.

“Içamos o cavalo usando um tripé adaptado para trilhos. Em seguida, ele foi colocado em cima de um carrinho que tem uma espécie de rolamento que trava sobre os trilhos. Foi difícil içá-lo por conta do peso e a ponte era muito estreita”.

Após cerca de 3h, o cavalo foi retirado do local e entregue ao tutor. Ele apresentava um ferimento em uma das patas.

Acostumado a lidar com várias situações, o cabo Guilherme Cangussu diz que foi a primeira vez que atendeu uma ocorrência tão inusitada.

“O chamado era para um cavalo preso nos trilhos, quando chegamos lá tivemos essa surpresa ao ver que estava em cima de uma ponte. Costumo dizer que quando entramos no serviço, temos que estar preparado para tudo, nunca sabemos o que vamos encontrar no local da ocorrência”.

Fonte: G1 – Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes