Bloqueio na Rodovia Interoceânica impede saída de brasileiros do Peru

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Um grupo de brasileiros tenta, desde quinta-feira (26), deixar o Peru. São seis motociclistas que saíram de Manaus no dia 16 deste mês para visitar Machu Picchu, um dos principais pontos turísticos do país. Eles agora estão isolados na cidade de Cuzco, após manifestantes peruanos bloquearem a Rodovia Interoceânica Sul, que liga o país ao Brasil. O protesto é feito por mineradores peruanos insatisfeitos com a decisão do governo de regulamentar a categoria no país. Os trabalhadores estão em greve.

Em um vídeo gravado pelo celular e enviado para a reportagem, o médico Ricardo Amaral Filho, um dos turistas brasileiros, conta que chegou ao Peru no dia 22. “Desde quinta-feira, que já era o dia de nós retornarmos para o Brasil, ficamos aqui em Cuzco parados por causa da violência que está se relatando na imprensa local. Sites locais disseram que furaram pneus de ambulância com doentes dentro, tiveram que carregar o doente. Então, sentimos mais segurança ficar aqui em Cuzco. Nós entramos em contato com o consulado brasileiro no Peru, que nos orientou a ficar aqui em Cuzco aguardando”, relatou.

O grupo está hospedado em uma pousada. Segundo Ricardo, eles estão em em segurança, mas reclamam que estão gastando com diárias e alimentação. Ainda de acordo com o turista, jornais locais noticiam que o governo só vai negociar com os manifestantes se eles liberarem a rodovia e pararem com a violência.

O Itamaraty informou, por meio de nota, que está ciente da situação, e que está em contato com as autoridades policiais peruanas. Segundo o órgão, entre 30 e 40 brasileiros estão no Peru, sem condições de deixar o país. Eles estão hospedados em casas de família e em hotéis. Ainda na nota, o Itamaraty orientou que eles sigam a recomendação do governo peruano de permanecer em locais seguros até que os protestos terminem.

Fonte: Agência Brasil

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes