Bento XVI diz em carta que anseia pela morte ’em breve’

Em uma carta de condolências divulgada nesta terça-feira (19), o papa emérito Bento XVI, 94 anos, afirma que anseia pela morte.

A mensagem foi enviada a um mosteiro na Áustria, a Abadia de Wilhering, para expressar condolências pela morte de um ex-colega, o padre Gerhard Winkler, professor naquela instituição católica.

“Agora ele (padre Winkler) chegou no além, onde muitos amigos certamente o estão esperando. Espero poder me juntar em breve”, escreve Bento XVI.

A carta de condolências é datada de 2 de outubro. Winkler morreu no final de setembro, aos 91 anos. Na década de 1970, ele foi professor na Universidade de Regensburg, na Alemanha, junto com Joseph Ratzinger, que mais tarde se tornaria o Papa Bento XVI.

O pontífice se disse “profundamente comovido” com a notícia da morte. “De todos os meus colegas e amigos, ele era o mais próximo de mim. Sempre fui atraído por sua alegria e fé profunda.”

Carta em que Bento XVI afirma esperar pela morte — Foto: Divulgação/Stift Wilhering
Carta em que Bento XVI afirma esperar pela morte (Foto: Divulgação/Stift Wilhering)

Fonte: G1

Scroll Up