Bélgica empilha 90 mil toneladas de entulho em rodovia após enchentes

Uma cidade da Bélgica empilhou cerca de 90 mil toneladas de entulho em uma rodovia após as fortes enchentes que atingiram a região em julho deste ano.

Restos de móveis, paredes e telhados foram destruídos e o “lixão provisório” foi erguido para armazenar todo o material enquanto os centros de reciclagem estão abarrotados.

O plano do governo regional é reciclar até 60% dos destroços – que ocupam 8 quilômetros da rodovia A601 em Juprelle, perto da cidade de Liège – e incinerar o restante.

Móveis, paredes e telhados destruídos nas enchentes de julho são empilhados em rodovia da Bélgica, foto de 3 de setembro de 2021 — Foto: François Walschaerts/AFP
Móveis, paredes e telhados destruídos nas enchentes de julho são empilhados em rodovia da Bélgica (Foto: Reprodução)

A estimativa do Ministério do Meio Ambiente belga é de que toda essa operação de limpeza ainda deve durar mais pelo menos nove meses.

A região mais afetada pelas enchentes no país foi a Valônia, cuja principal cidade é justamente Liège.

Os maiores estragos estão em cidades e vilas ao longo dos rios Mosa (que nasce na França, passa pelo país e adentra a Holanda) e Vesdre, perto da fronteira com a Alemanha.

Veja mais fotos do lixão improvisado:

Caminhão passa ao lado de entulhos retirados após as enchentes na Bélgica, foto de 3 de setembro de 2021 — Foto: François Walschaerts/AFP
Caminhão passa ao lado de entulhos retirados após as enchentes na Bélgica (Foto: Reprodução)
90 mil toneladas de lixo foram retiradas após enchentes na Bélgica, foto de 3 de setembro de 2021 — Foto: François Walschaerts/AFP
90 mil toneladas de lixo foram retiradas após enchentes na Bélgica (Foto: Reprodução)
Lixo retirado após enchentes na Bélgica é enfileirado em rodovia, foto de 3 de setembro de 2021 — Foto: François Walschaerts/AFP
Lixo retirado após enchentes na Bélgica é enfileirado em rodovia (Foto: Reprodução)

Fonte: Yahoo!

Scroll Up