Bebê jogado em matagal dentro de mochila no litoral de SP chora e é resgatado; veja o vídeo

Um bebê recém-nascido foi encontrado, na noite de quinta-feira (6), dentro de uma mochila abandonada em um matagal, no bairro Vera Cruz, em Mongaguá, no litoral de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, o menino ainda estava com o cordão umbilical. Ele foi socorrido por equipes da Polícia Militar, encaminhado para uma maternidade da cidade e passa bem.

O caso ocorreu, por volta das 19h, em uma área de mata na Avenida José Cesário Pereira Filho. Moradores passavam pelo local quando um deles ouviu o choro vindo da mata e encontrou uma mochila. No vídeo abaixo é possível ver o momento em que o bebê é localizado.

Veja o vídeo.

As imagens mostram os moradores abrindo a bolsa e encontrando uma sacola. “É uma criança ou um cachorro?”, pergunta um deles. Em seguida, é possível ver a criança enrolada em uma camiseta.

O grupo acionou uma equipe da Polícia Militar, que compareceu ao local e constatou que se tratava de um menino. Ele apresentava quadro de hipotermia, além de algumas escoriações, provavelmente, causadas por insetos.

A PM levou o recém-nascido até Hospital e Maternidade Municipal Dra. Adoniran Correa Campos, onde recebeu os primeiros atendimentos. Depois, foi transferido para o Hospital Regional Jorge Rossmann, em Itanhaém.

O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Mongaguá como abandono de incapaz e segue sob investigação. A Polícia trabalha para identificar e localizar a mãe do bebê.

Bebê está estável

Conforme apurado, no momento em que deu entrada no Hospital e Maternidade Municipal Dra. Adoniran Correa Campos, onde recebeu os primeiros atendimentos, o bebê apresentava quadro de hipotermia, além de algumas escoriações, provavelmente causadas por insetos.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Saúde do Estado, o bebê está internado na UTI do Hospital Regional Jorge Rossmann, em Itanhaém. A criança passou por exames, está sendo acompanhada na UTI neonatal e apresenta quadro estável. O menino agora está sob a responsabilidade do Conselho Tutelar.

O Conselho Tutelar de Mongaguá afirmou que acompanha a internação do bebê, mas reitera que o caso corre sob segredo de Justiça, portanto, não podem ser divulgadas informações a respeito do que será feito.

Fonte: G1

Scroll Up