25 de julho, 2024

Últimas:

Bauru representa o Brasil em lista com Melhores Sanduíches do Mundo; aprenda a preparar a receita original

Anúncios

Na lista, que traz 50 sanduíches do mundo todo, o bauru aparece na 38ª posição e é o único representante nacional. Ao contrário do que se imagina, o lanche não nasceu em Bauru (SP), mas, sim, foi influenciado por um cidadão nascido na cidade.

Anúncios

Feito de pão francês e recheado com queijo derretido, tomate, picles fatiado e rosbife, o tradicional lanche bauru ganhou um novo status: é um dos 50 melhores sanduíches do mundo.

A seleção, divulgada na segunda-feira (27), é realizada pelo The Taste Atlas, um guia gastronômico que conta com a participação de viajantes do mundo todo.

Anúncios

Na lista, que traz 50 sanduíches do mundo todo, o bauru aparece na 38ª posição e é o único representante nacional.

A plataforma descreve o lanche como um “verdadeiro clássico brasileiro”, que consiste em um “pãozinho crocante recheado com queijo derretido, tomate, picles fatiado e rosbife”.

A enciclopédia ainda detalha que a invenção do bauru é creditada a Casimiro Pinto Neto, na década de 1930, à época um estudante de direito e cliente do restaurante Ponto Chic, que pediu um lanche especial só para ele.

Com o tempo, a popularidade do sanduíche cresceu e hoje pode-se encontrar “presunto fatiado no lugar do rosbife ou pão de forma no lugar do pão francês”. Em 2018, o lanche se tornou patrimônio cultural imaterial do estado de São Paulo.

Em 1º lugar na lista está o tombik, típico da Turquia. Conhecido também como gobit kebab, o sanduíche é uma variedade do prato nacional döner kebab, em que a carne desfiada é recheada em um pão achatado conhecido como pide ekmek.

Além disso, a 2ª posição ficou para o butifarra peruano e a 3ª para o sanduíche de lombo argentino.

Lista com os 50 melhores sanduíches do mundo — Foto: TasteAtlas/Divulgação
Lista com os 50 melhores sanduíches do mundo — Foto: TasteAtlas/Divulgação

Bauru original

Ao contrário do que se imagina, o lanche bauru não nasceu em Bauru (SP), mas, sim, foi influenciado por um cidadão nascido na cidade.

Foi em uma noite de 1936 que Casimiro Pinto Neto protagonizou a criação do lanche em visita ao restaurante Ponto Chic, em SP.

“Era um dia que eu estava com muita fome. Cheguei para o sanduicheiro Carlos e falei para abrir um pão francês, tirar o miolo e botar um pouco de queijo derretido dentro. Depois disso, o Carlos já ia fechando o pão, eu falei: ‘calma, falta um pouco de albumina e proteína nisso’. Eu tinha lido em um opúsculo livreto de alimentação para crianças, da Secretaria de Educação e Saúde, escrito pelo ex-prefeito Wladimir de Toledo Pisa, também frequentador do Ponto Chic , que a carne era rica nesses dois elementos. Então falei para botar umas fatias de rosbife junto com o queijo. E já ia fechando de novo, quando eu tornei a falar: ‘falta vitamina, bota aí umas fatias de tomate’. Este é o verdadeiro Bauru”, revelou à época.

Casimiro morreu em dezembro de 1983, aos 69 anos, mas o lanche pedido por ele continua vivo na culinária brasileira.

Casimiro Pinto Neto protagonizou a criação do lanche  — Foto: Ponto Chic/Divulgação
Casimiro Pinto Neto protagonizou a criação do lanche — Foto: Ponto Chic/Divulgação

A receita original (veja ingredientes e modo de preparo abaixo) é vendida desde a década de 1930 pelo restaurante Ponto Chic, que colocou o lanche no mercado, e por outros 12 estabelecimentos de Bauru, certificados pela prefeitura para comercializar o lanche original.

Pão francês, quatro tipos de queijo derretidos na água (o chamado “banho-maria”), rosbife, tomate e picles. Essa é a receita do tradicional sanduíche bauru, patrimônio cultural do estado de SP, e um dos símbolos de Bauru, a maior cidade do centro-oeste paulista.

Bauru é feito com pão francês, recheado com queijo derretido, tomate, picles fatiado e rosbife — Foto: Ponto Chic/Divulgação

Bauru é feito com pão francês, recheado com queijo derretido, tomate, picles fatiado e rosbife — Foto: Ponto Chic/Divulgação

Ingredientes

  • 70 gramas de rosbife;
  • 100 gramas de queijo (proporções iguais de estepe, prato, gouda e suíço) derretidos em banho-maria;
  • 3 rodelas de pepino em conserva;
  • 1 pão francês.

Modo de preparo

  • Corte um pão francês ao meio no sentido horizontal;
  • Retire o miolo da parte superior;
  • Coloque de cinco a seis fatias de rosbife;
  • Coloque três rodelas finas de tomate em cima do rosbife;
  • Coloque três rodelas finas de pepino em conserva em cima do tomate;
  • Em uma forma ou frigideira, aqueça um pouco de água (300 mililitros) sem deixar ferver;
  • Coloque para derreter na água 10 gramas de manteiga;
  • Após derreter a manteiga, misture em proporções iguais de cada tipo de queijo e deixe derreter até formar uma pasta homogênea;
  • Na parte superior do pão (canoa), coloque o queijo derretido;
  • A parte superior do pão é colocada sobre a parte que já está preparada;
  • Corte ao meio em diagonal e pode saborear o verdadeiro Bauru em sua forma original.

G1

Talvez te interesse

Últimas

Crescimento de 150% nos ISBNs registrados revela tendência promissora na literatura ...

Categorias