19 de junho, 2024

Últimas:

Bauru recebe vacina atualizada da Covid e anuncia início da campanha de imunização; veja quem pode tomar

Anúncios

A Secretaria de Saúde de Bauru (SP) recebeu, nesta quinta-feira (23), um lote de 4,7 mil doses do imunizante Spikevax, da farmacêutica Moderna, para iniciar a campanha de vacinação contra a Covid-19 nos grupos prioritários (veja abaixo quem são).

Esta versão monovalente da vacina, da fabricante Moderna, está atualizada para a variante XBB 1.5, uma subvariante da ômicron, e foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em março deste ano. Ela vai substituir, gradualmente, todas as vacinas contra Covid-19 que estavam sendo utilizadas.

Anúncios

O imunizante foi escolhido pelo Ministério da Saúde para dar início ao processo de imunização e reforço contra a doença nos grupos prioritários durante a campanha de vacinação neste ano.

Em Bauru, o imunizante estará disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades de Saúde da Família (USF), Promai e CRMI, a partir de segunda-feira (27).

Anúncios

O centro-oeste paulista, dividido nas regiões que abrangem os municípios de Bauru, Marília, Botucatu e Assis (SP), recebeu 36.920 doses da vacina mais atualizada contra a Covid-19.

Vacina contra a Covid-19 — Foto: FMS/Divulgação
Vacina contra a Covid-19 (Foto: FMS/Divulgação)

Grupos prioritários

Além dos idosos acima de 60 anos, todas as pessoas acima de cinco anos que se enquadrem nos demais grupos prioritários poderão ser vacinadas com o imunizante do laboratório Moderna. Os grupos prioritários são:

  • Gestantes;
  • Puérperas;
  • Imunossuprimidos;
  • Pessoas vivendo em instituições de longa permanência (ILPI e RI) e seus trabalhadores;
  • Indígenas;
  • Ribeirinhos;
  • Quilombolas;
  • Trabalhadores da saúde;
  • Pessoas com deficiência permanente;
  • Pessoas com comorbidades;
  • Pessoas privadas de liberdade (a partir de 18 anos);
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade;
  • Adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas;
  • Pessoas em situação de rua.

Para receber a dose da monovalente, a pessoa que faz parte de um dos grupos prioritários deve ter recebido a última dose da vacina contra a Covid-19 há, pelo menos, três meses.

Conforme o Ministério da Saúde, no calendário nacional de rotina, crianças com até quatro anos, 11 meses e 29 dias completamente vacinadas com três doses deverão receber mais uma dose da vacina monovalente Moderna.

Crianças de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias imunocomprometidas que nunca se vacinaram deverão receber o esquema primário de três doses da vacina monovalente Moderna, sendo a diferença da primeira dose para a segunda com intervalo de quatro semanas e a segunda para a terceira dose com intervalo de oito semanas.

Crianças de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias que nunca receberam nenhuma dose da vacina contra Covid-19 deverão receber duas doses da vacina monovalente.

Já as pessoas com idade entre cinco e 59 anos, nunca vacinadas para a Covid-19 e que não fazem parte dos grupos prioritários terão a oportunidade de receber uma dose da vacina Covid-19 monovalente XBB.

A Divisão de Vigilância Epidemiológica fará a distribuição das doses em todas as salas de vacina até sexta-feira (24). A vacinação terá início na segunda-feira, em todas as unidades de saúde.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

Uma rede de ensino particular está com mais de 100 vagas abertas para professores e professoras que desejam lecionar em...

Categorias