04 março, 2024

Últimas:

Bauru é 2ª cidade com mais casos de dengue no estado de SP em 2023

Anúncios

Bauru (SP) é a segunda cidade com mais casos de dengue em todo o estado de São Paulo em 2023, de acordo com dados estatísticos da Secretaria do Estado de Saúde.

Desde o início do ano até a última segunda-feira (19), a cidade contabilizava 13.271 casos confirmados da doença, além de oito mortes (veja detalhes sobre os óbitos abaixo).

Anúncios

Os números só são menores que os registrados em Presidente Prudente, que lidera o ranking da dengue. No município, já são 36.640 casos e 23 mortes neste ano. A capital assume o terceiro lugar, com 10.520 casos e 8 óbitos.

Até maio, eram 262.959 casos de dengue confirmados em todo o estado, segundo o balanço estadual.

Anúncios

Em nota, a prefeitura de Bauru disse que realiza ações para o controle da doença, como “orientação aos moradores, eliminação de criadouros e nebulização em áreas com casos positivos”.

Neste ano, a administração municipal fez um mutirão em toda a cidade para recolher materiais que pudessem acumular água e servir como criadouro do mosquito Aedes aegypti. A ação recolheu 380 toneladas de resíduos, de acordo com o balanço oficial.

Além da cidade, outros municípios do centro-oeste paulista têm registrado números altos da doença, como Itápolis, Assis, Marília e Ourinhos (confira os números abaixo).

Na região, Ribeirão do Sul decretou epidemia de dengue em março deste ano por causa da alta nos diagnósticos. A cidade, de 4.5 mil habitantes, tem 1.036 casos e 4 óbitos confirmados pela doença.

Dengue no centro-oeste de SP em 2023

CidadeCasosÓbitos
Bauru13.2718
Itápolis4.4596
Assis3.0792
Marília2.4072
Ourinhos1.6992
Ribeirão do Sul1.3064
Fonte: Secretarias municipais de Saúde

Óbitos em Bauru

  • 1ª morte em 18 de fevereiro: vítima era uma adolescente de 15 anos;
  • 2ª morte em 13 de março: vítima era uma menina de 9 anos, que morreu a espera de um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade;
  • 3ª morte em 24 de março: vítima era um idoso de 87 anos;
  • 4ª morte em 24 de março: vítima era uma idosa de 88 anos;
  • 5ª morte em 6 de abril: vítima era uma idosa de 64 anos;
  • 6ª morte em 14 de abril: vítima era um idoso de 62 anos;
  • 7ª morte em 28 de abril: vítima era um idoso de 73 anos; e
  • 8ª morte em 2 de junho: vítima era uma idosa de 71 anos.

Fonte: G1

Últimas

Centro de Biotecnologia Allbiom inaugura filial em Sorriso

Centro de Biotecnologia Allbiom inaugura filial em Sorriso

04/03/2024

Empresa nacional especializada em bioprocessos atende biofábricas em toda a América Latina

Categorias