Banco Central americano mantém taxas de juros aplicadas desde 2008

O Banco Central dos Estados Unidos (Fed) decidiu hoje (17) deixar as taxas de juros inalteradas, optando pela prudência face ao impacto “das recentes mudanças da economia mundial e financeira”.

No final de uma reunião em Washington, muito esperada pelos mercados financeiros, o Comitê de Política Monetária manteve as taxas entre 0% e 0,25%, tal como estão desde dezembro de 2008.

No comunicado da Fed, os membros do comitê registraram as turbulências nos mercados financeiros, a queda dos preços da energia e das matérias-primas, bem como o menr crescimento da economia chinesa, fatores que podem influenciar os preços em queda.

O objetivo do banco central norte-americano é que a inflação nos Estados Unidos fique em torno dos 2% no médio prazo, um nível que considera ser saudável para a economia. A taxa de inflação está em 0,3%.

A Fed considera que a economia norte-americana prossegue a um ritmo moderado e  destaca o modesto crescimento da despesa das famílias e dos investimentos das empresas. Diz ainda que o mercado de trabalho “continua a melhorar, com sólida criação de emprego e declínio do desemprego”.

Fonte: Agência Brasil

Scroll Up