Avião é isolado em Nova York após passageiros ficarem doentes

Um avião da companhia aérea Emirates ficou isolado em quarentena durante duas horas ao chegar ao aeroporto internacional de Nova York John F. Kennedy na manhã desta quarta-feira (5).

Cem pessoas a bordo do Airbus A380 com 521 passageiros procedente de Dubai relataram que passaram mal durante o voo, que durou cerca de 14 horas. Foi confirmado que 19 delas estavam doentes, segundo a Prefeitura de Nova York. Dez foram levadas a hospitais e nove recusaram tratamento, de acordo com um porta-voz da prefeitura. Os sintomas incluíam tosse e febre, disse o CDC (Centro para Controle e Prevenção de Doenças).

A aeronave pousou pouco depois das 9h locais (10h de Brasília) e foi levada a uma área distante do terminal principal para que as equipes de emergência avaliassem a situação. A Casa Branca monitorou a situação, disse a porta-voz Sarah Sanders, e o presidente Donald Trump foi informado dos desdobramentos.

Larry Coben, que se identificou como um dos passageiros a bordo do avião, publicou fotos em uma rede social mostrando dezenas de policiais e ambulâncias na pista do aeroporto, ao lado da aeronave.

 

Fonte: Yahoo!