17 de julho, 2024

Últimas:

Austrália reverte reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel

Anúncios

O governo da Austrália anunciou nesta terça-feira (18, noite de segunda em Brasília) que já não reconhece Jerusalém Ocidental como capital de Israel, revertendo uma decisão polêmica do Executivo conservador que o antecedeu.

A ministra de Relações Exteriores, Penny Wong, disse em um comunicado que o status da cidade deve ser resolvido “como parte de qualquer negociação de paz entre Israel e o povo palestino”, e não com decisões unilaterais.

Anúncios

“Não apoiaremos nenhum enfoque que solape essa perspectiva”, disse a ministra do novo governo de centro-esquerda de Anthony Albanese.

O governo anterior liderado por Scott Morrison emulou em 2018 o então presidente americano Donald Trump e reconheceu Jerusalém Ocidental como capital de Israel, uma decisão muito criticada na Austrália. “Sei que isso causou conflito e angústia em parte da comunidade australiana e hoje o governo tenta resolver isso”, disse Penny nesta terça.

Anúncios

A ministra assinalou que, apesar do reconhecimento do governo anterior, “a embaixada da Austrália sempre esteve e continua em Tel Aviv”.

A maioria dos países do mundo evita colocar embaixadas em Jerusalém, que é reivindicada por israelenses e palestinos, para não condicionar o resultado de um eventual processo de paz entre as duas partes.

Penny disse que a decisão não pretende ser hostil a Israel: “A Austrália sempre será um forte aliado de Israel. Fomos um dos primeiros países a reconhecer aquele país formalmente”, assinalou. “Não vacilaremos em nosso apoio a Israel e à comunidade judaica na Austrália, tampouco vacilaremos em nosso apoio ao povo palestino, incluindo ajuda humanitária.”

Fonte: Yahoo!

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios RIADE, Arábia Saudita, July 17, 2024 (GLOBE NEWSWIRE) — O King Faisal Specialist Hospital& Research Centre (KFSH&RC) realizou com...

Categorias