Laudo aponta politraumatismo como causa da morte de bebê de 8 meses espancada pelo pai no interior de SP

O laudo do Instituto Médico Legal apontou que a bebê de oito meses morta pelo pai, em Piedade (SP), sofreu politraumatismo. O homem confessou que jogou a menina contra a parede aos menos cinco vezes por se irritar com o choro dela. Ele foi preso no enterro da vítima, na tarde de segunda-feira (20).

O documento apontou que na cabeça havia a presença de vários hematomas, no pescoço escoriação, marcas de agressões nas costas e partes dos braços e do pé esquerdo arroxeadas. Também foi realizado um exame para identificar se houve abuso sexual. A análise está em andamento.

A mãe informou em depoimento à polícia que tinha notado ferimentos no rosto, garganta e boca da bebê em outras três situações. O pai da criança dizia à esposa que a criança tinha se machucado sozinha.

Filha única

A menina era filha única do casal. A mãe afirmou que nunca tinha visto o pai agredir a filha e que não presenciou violência no dia do crime.

A jovem de 18 anos, revelou que o companheiro era violento. Meses atrás ele teria tentado enforcá-la e por duas vezes a agrediu fisicamente e constantemente a ofendia. Os crimes contra a esposa não foram registrados.

Fonte: G1

Últimas

São Paulo vence o RB Bragantino e encerra sequência sem vitórias no Brasileirão

14/08/2022

Embalado pela classificação na Copa Sul-Americana, o São Paulo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro depois de seis rodadas. Na...

Categorias