Ativista dos direitos civis, pastor Jesse Jackson é hospitalizado com Covid-19 nos EUA

O ativista americano pelos direitos civis, o pastor Jesse Jackson, foi hospitalizado no sábado (21) após ter testado positivo para Covid-19.

Jackson, de 79 anos, e sua esposa, Jacqueline Jackson, de 77, estão sendo tratados no Northwestern Hospital em Chicago, informou a organização Rainbow PUSH Coalition, em um comunicado no Facebook.

“Os médicos estão monitorando a condição de ambos”, acrescentou o breve comunicado.

Jackson foi vacinado contra a Covid-19 em janeiro deste ano, momento em que emitiu uma declaração pedindo à população negra para fazer o mesmo.

Nenhuma vacina oferece proteção de 100% contra doenças, mas todas reduzem o risco de infecção, hospitalização e morte, principalmente depois da segunda dose.

É importante lembrar que vacinas funcionam, mas não são infalíveis. Ainda assim, apesar de a probabilidade de infecção após a vacina ser pequena, quanto mais a doença estiver circulando, maior é o risco de o imunizante falhar. Por isso a necessidade de vacinar o maior número de pessoas possíveis o quanto antes.

O pastor Jackson é um dos líderes do movimento de direitos civis americano desde a década de 1960, quando marchou com Martin Luther King e ajudou a arrecadar fundos para a causa.

Foi o afro-americano mais proeminente a se candidatar para a presidência dos Estados Unidos, com duas tentativas fracassadas de obter a designação do Partido Democrata na década de 1980, até que Barack Obama assumiu o cargo em 2009.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up