Ataque com espada deixa três mortos em escola na Suécia

Um homem usando máscara e armado com uma espada, descrito pela imprensa como alguém próximo à extrema-direita, matou duas pessoas e feriu gravemente outras duas nesta quinta-feira em uma escola de Trollhattan, sudeste da Suécia, antes de ser neutralizado pela polícia.

O agressor morreu poucas horas depois no hospital, segundo confirmou o investigador da polícia Thord Haraldsson à imprensa.

Cobrindo a cabeça com uma máscara de Darth Vader, o vilão da trilogia “Star Wars”, segundo alguns meios de comunicação, o agressor, invadiu a escola, frequentada por jovens imigrantes, e atacou várias pessoas, entre adultos e crianças.

O ataque, algo raríssimo no reino escandinavo, ocorreu em uma escola de ensino básico que acolhe 400 alunos com idades de 6 a 15 anos.

Segundo a polícia, que não deu a identidade do suspeito, o assassino teria 21 anos e viveria em Trollhattan.

A imprensa sueca, no entanto, o identificou Anton Lundin Pettersson.

As motivações para o ataque ainda não foram esclarecidas, mas, ainda segundo a imprensa, o assassino seria um jovem violentamente hostil ao Islã e à imigração, fascinado por filmes de guerra e romances de Stephen King.

Ele teria postado em sua conta no YouTube vídeos sobre Hitler e o nazismo.

A polícia analisa agora uma “motivação política” para o crime.

O primeiro-ministro Stefan Löfven visitará o local da tragédia ainda esta tarde.

“É um dia sombrio para a Suécia. Meus pensamentos estão com as vítimas e suas famílias, com os alunos e funcionários, bem como com toda a comunidade atingida”, declarou Löfven em um comunicado.

Um professor morreu devido aos ferimentos, segundo as autoridades sanitárias da cidade, enquanto a segunda vítima, que seria um aluno segundo a imprensa, faleceu no hospital.

Outro professor e um aluno ficaram gravemente feridos, e de acordo com o hospital local.

Pouco após às 10h00, a polícia confirmou que agentes abriram fogo contra o agressor, que chegou a passar por uma cirurgia mas que não resistiu aos ferimentos.

Brincadeira

Os investigadores já identificaram o autor do ataque, que teria em torno de 20 anos. Sua casa deverá ser revista ao longo do dia.

Testemunhas descreveram cenas de pânico e terror quando o homem desferiu os primeiros golpes com a espada. Alguns alunos fugiram, enquanto outros tentavam se trancar em suas salas.

“A confusão é grande na escola. Os adultos e os alunos abandonam o local de forma precipitada”, afirmou a polícia em um comunicado.

Os alunos inicialmente acharam que se tratava de uma brincadeira, segundo declarou um deles indagado pela agência TT.

“Quando vimos o homem, achamos que era uma piada. Ele usava uma máscara, estava vestido de negro e carregava um espada longa. Alguns alunos queriam tirar fotos com ele”, relatou o estudante.

O assassino utilizou várias armas brancas durante o ataque, segundo TT.

Trollhättan, que abriga a principal unidade de produção da montadora Saab, é uma cidade industrial de 57.000 habitantes, que fica a uma hora de carro de Gotemburgo.

A cidade também é conhecida por seus estúdios de cinema onde o diretor dinamarquês Lars von Trier filmou Dogville.

Localizada em um bairro popular, a escola de Kronan recebe alunos com idades entre 6 e 15 anos. Um relatório da inspeção geral de educação nacional sueca criticava a insuficiência de medidas de segurança no local frente as ameaças externas possíveis, além das más condições de ensino.

O último ataque em uma escola na Suécia data de 1961, quando um jovem morreu e seis ficara feridos por disparos em um escola profissionalizante de Kungalv.

Em 2004, um projeto de ataque com arma de fogo contra uma escola em Malmö (sul) havia sido frustrado.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up