Argentina vai aumentar restrições de voos do Brasil e endurecer regras de entrada, diz agência

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Argentina vai restringir ainda mais os voos provenientes do Brasil devido ao agravamento da pandemia do coronavírus. Segundo a agência Infobae, o governo argentino decidiu após reunião nesta terça-feira (23) reduzir “drasticamente” a frequência de viagens aéreas entre os dois países.

Ainda de acordo com a imprensa argentina, a medida passaria a valer no fim de semana e deve se estender pelo menos até a Semana Santa — ou seja, sete dias depois.

Outra decisão da Casa Rosada é obrigar que todos que chegarem à Argentina apresentem teste PCR com resultado negativo para o SARS-Cov-2, o coronavírus causador da Covid-19. A medida inclui mesmo argentinos, que seriam obrigados a pagar pelo procedimento. Além disso, todos deverão cumprir quarentena.

Segundo o Infobae, o governo argentino quer desencorajar o turismo durante este momento crítico da pandemia. A diretora nacional de Migrações, Florencia Carignano, disse à imprensa local que as pessoas não deveriam viajar ao exterior por enquanto.

“Temos que ser claros, com risco de parecermos antipáticos, mas é preferível isso do que lamentar as consequências: não é o momento de sair do país para fazer turismo”, reforçou.

A decisão foi tomada no dia em que o Brasil passou, pela primeira vez, a marca das 3 mil mortes atingidas em apenas um dia — no momento mais grave da pandemia. Apesar de ainda estar dentro da crise de saúde, a Argentina passa por estabilidade nos números, com média móvel de 126 mortes por dia nesta terça, segundo a Universidade Johns Hopkins.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes