Apresentador Britto Jr. é confundido com radialista falecido, de Botucatu e São Manuel, e desmente boato de que teria morrido

Após ter recebido ligações de amigos perguntando se teria morrido, Britto Jr. foi às redes sociais para comunicar que está tudo bem com ele. A confusão aconteceu porque um radialista de mesmo nome, que era conhecido nas regiões de Botucatu e São Manuel no interior de São Paulo, morreu na última sexta-feira (14) por complicações da Covid-19.

Antônio de Brito Júnior tinha 45 anos e era chamado de Brito. Atuava na Rádio FM Educadora, de Botucatu, e era diretor da rádio FM Integração, de São Manuel.

Antônio de Brito Júnior tinha 45 anos

Ex-apresentador da Record, Britto Jr. explicou para os seguidores que com ele estava tudo bem. O jornalista publicou uma foto segurando o jornal Folha de S.Paulo em uma mão, e o Estado de S.Paulo em outra. Ele mencionou uma agência de checagem de fake news.

O ex-apresentador da Record não fez nenhuma referencia ao radialista vítima da Covid, e motivo da confusão dos nomes.

“É obrigação do bom jornalista checar as informações antes de publicar. Obrigado pela consideração e por eventuais lágrimas derramadas em vão. Prometo que não irei decepcioná-los”, finalizou o comunicador.

Leia Notícias com Notícias da TV

Últimas

Ninguém acerta e prêmio da Mega-Sena vai a R$ 65 milhões

21/05/2022

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.483 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (21) no Espaço...

Categorias