27 de maio, 2024

Últimas:

Após lançar mais de 300 drones e mísseis, Irã anuncia fim do ataque militar a Israel

Anúncios

O Irã enviou drones e mísseis para atacar Israel neste sábado (13). Os drones demoraram horas para alcançar o território israelense. Pouco antes das 20h (2h da madrugada de domingo no horário de Israel) foram ouvidas diversas explosões na cidade de Jerusalém. Além disso, as sirenes de aviso soaram em quase todo o país.

Por volta das 19h, o Irã anunciou que havia concluído os ataques contra Israel e que atacaria novamente caso Israel respondesse.

Anúncios

Cerca de uma hora depois, militares de Israel sinalizaram o fim da ameaça representada pelos mísseis e drones iranianos. O Exército informou que não era mais necessário que os moradores se abrigassem.

Israel pediu à ONU uma reunião do Conselho de Segurança. O encontro deve ocorrer neste domingo (14) às 17h de Brasília (16h em Nova York).

Anúncios

O porta-voz das Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês), Daniel Hagari, e a Guarda Revolucionária iraniana confirmaram que o ataque partiu do Irã.

Segundo a IDF, o Irã lançou mais de 300 drones. Alguns foram derrubados pelas Forças israelenses, pelos Estados Unidos, pelo Reino Unido e pela Jordânia antes de chegarem ao espaço aéreo israelenses.

A IDF afirmou que mais de dez mísseis e dezenas de drones foram interceptados antes de chegarem ao país. Ainda há aviões no ar interceptando os artefatos iranianos.

Trata-se de uma retaliação depois de um bombardeio no dia 1º de abril contra o consulado iraniano em Damasco, na Síria, em que um comandante sênior das Guardas Revolucionárias do Irã foi morto. O ministro das Relações Exteriores do Irã, Hossein Amirabdollahian, disse que “os avisos necessários foram dados aos EUA” sobre o ataque de retaliação. Após o Irã colocar os drones no ar, a Casa Branca afirmou que o ataque vai se desenrolar durante horas.

O que se sabe sobre o ataque do Irã

  • O Irã enviou dezenas drones para atacar o território de Israel neste sábado.
  • Os drones demoraram horas até chegar ao alvo.
  • No caminho, uma parte dos drones e dos mísseis foi derrubada por aeronaves de Israel, dos Estados Unidos, do Reino Unido e da Jordânia.
  • Perto das 20h, as primeiras explosões e sirenes de aviso foram ouvidas em Israel.
  • Até a última atualização desta reportagem, o balanço que Israel fez dos danos causados pelo ataque foi o seguinte: uma criança de dez anos ficou ferida e uma base do exército israelense foi levemente atingida.
  • As primeiras explosões e as sirenes de aviso foram ouvidas por volta de 20h (2h de domingo em Israel).
  • As forças de defesa israelenses afirmaram que estavam preparadas para o ataque.
  • O ataque é uma retaliação do Irã contra Israel: em 1º de abril, a embaixada iraniana na cidade de Damasco, na Síria, foi atingida, e sete pessoas morreram —entre elas, um comandante sênior da Guarda Revolucionária do Irã.
  • Às 19h, ainda antes de os artefatos chegarem a Israel, a missão do Irã na ONU afirmou que o ataque estava encerrado, referindo-se a ele com uma “ação legítima”.

Durante as horas de ataque, a IDF afirmou que esteve em alerta máximo e monitorou constantemente a situação. No fim, pediu para que as pessoas em Israel sigam instruções do comando e os anúncios oficiais.

Antes mesmo do ataque, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse que Israel estava de prontidão para um ataque direto do Irã e que responderia da mesma forma. “Nossos sistemas de defesa estão em prontidão e estamos preparados para qualquer cenário”, disse ele.

Daniel Hagari, o porta–voz da IDF, afirmou que o país se defendeu com toda sua força.

Uma garota foi atingida por estilhaços de um projétil interceptador na região do deserto de Negev (uma área onde há muitas bases militares de Israel). Uma base militar foi levemente atingida.

Por volta de 21h45 de Brasília (3h45 de domingo em Israel) os militares israelenses falaram que a população não precisava mais buscar abrigos, sinalizando que a ameaça havia passado.

O presidente dos EUA, Joe Biden, conversou com Benjamin Netanyahu após os ataques.

Fonte: G1 – Foto: Reprodução

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios No último domingo de maio, dia 26, a sorte brilhou para uma moradora de Botucatu durante o sorteio do...

Categorias