Após cinco dias de buscas, empresário atingido por tempestade de poeira é encontrado morto no interior de SP

O corpo do empresário Valdir Greter, de 68 anos, foi encontrado na manhã desta terça-feira (5), no Rio Paraná, a 14 quilômetros de distância de Presidente Epitácio (SP).

Greter havia desaparecido na tarde da última sexta-feira (1º), quando uma tempestade de poeira virou a embarcação em que ele estava com um amigo no meio do Rio Paraná. O acompanhante foi resgatado com vida no sábado (2), mas Greter não resistiu e só foi encontrado já morto após cinco dias de buscas no Rio Paraná.

Valdir Greter, de 68 anos, era dono de uma pousada em Presidente Epitácio (SP) e tinha o hábito de pescar no Rio Paraná (Foto: Fabiane Greter)

As buscas estavam sendo realizadas pelo Corpo de Bombeiros, pela Marinha do Brasil e por embarcações de familiares da vítima, quando, por volta das 11h desta terça-feira (5), um genro de Greter avistou o corpo do sogro a 500 metros do Rio Taquarussu, que é afluente do Rio Paraná, em um aguapezal próximo a uma fazenda em Brasilândia (MS).

De acordo com os bombeiros, o corpo estava boiando no rio, aparentemente havia mais de um dia, e, por isso, encontrava-se já em estado de decomposição.

Após cinco dias de buscas, o corpo de Valdir Greter foi encontrado nesta terça-feira (5) boiando no Rio Paraná — Foto: Corpo de Bombeiros
Após cinco dias de buscas, o corpo de Valdir Greter foi encontrado nesta terça-feira (5) boiando no Rio Paraná (Foto: Corpo de Bombeiros)

Além disso, ainda segundo os bombeiros, a vítima vestia um colete salva-vidas, que tinha uma bolsa pendurada com um anzol, uma situação que, na avaliação da corporação, pode ter dificultado o salvamento de Greter e influenciado no seu afogamento.

A equipe dos bombeiros informou que a vítima foi encontrada a cerca de 12 quilômetros de distância do local onde havia sido vista pela última vez na sexta-feira (1º).

Greter era dono de uma pousada, em Presidente Epitácio, e tinha o hábito de pescar no Rio Paraná.

Fonte: G1

Scroll Up