Alemanha deve estender confinamento até fim de maio, diz ministro

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A taxa de infecções por coronavírus na Alemanha aumentou neste fim de semana, apesar das restrições mais rígidas no país, e o ministro das Finanças, Olaf Scholz, advertiu neste domingo (25) que não deverá haver alívio no lockdown antes do fim de maio.

A Alemanha está lutando para conter uma terceira onda de infecções, com esforços sendo dificultados pela variante B.1.1.7 — mais contagiosa, que surgiu pela primeira vez no Reino Unido— e um início relativamente lento da campanha nacional de vacinação.

“Precisamos de um cronograma para voltar à vida normal, mas deve ser um plano que não terá que ser revogado depois de alguns dias”, disse Scholz ao jornal “Bild am Sonntag”.

Em 13 de abril, a Alemanha já havia anunciado o endurecimento das regras para conter a Covid-19.

O governo federal deve ser capaz de delinear “passos claros e corajosos rumo à abertura” para o final de maio, permitindo que os restaurantes ajustem seus planos de reabertura e os cidadãos planejem seus feriados, disse ele.

Scholz disse que as medidas também vão esclarecer quando as idas a shows, teatros e estádios de futebol serão possíveis.

Covid-19 na Alemanha

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, a Alemanha vive agora uma estabilização no número diário de casos de Covid-19 considerado alto no país, com quase 20 mil novos registros por dia. As mortes estão bem reduzidas na comparação com janeiro, na casa dos 200 óbitos diários. Ao todo, mais de 81 mil pessoas morreram pelo coronavírus na Alemanha.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes