Aidar recebe demissão de Osorio, e alvo do São Paulo passa a ser Aguirre

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Após as saídas de Ataíde Gil Guerreiro e Rubens Antônio Moreno (então vice e diretor de futebol, respectivamente), o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, recebeu também o adeus de Juan Carlos Osorio nesta terça-feira. Diante do pedido de demissão do técnico colombiano, depois confirmado em nota oficial do clube, deu-se início à busca por um substituto.

Inicialmente, o treinador havia prometido informar sua decisão final à diretoria na quarta-feira, data marcada para a reapresentação do elenco após a vitória de sábado sobre o Atlético-PR. Na última segunda, porém, o coordenador técnico Milton Cruz já dizia a uma emissora de televisão mexicana que ele estava de saída. O auxiliar é o principal amigo do comandante desde o início do seu trabalho, em junho.

Além disso, a Federação Mexicana de Futebol (Femex) não estava disposta a esperá-lo até dezembro nem aceita que o treinador concilie os dois cargos nos próximos meses.

– A ideia é que o novo técnico comece desde o início do processo das Eliminatórias e a estreia é em novembro. Queremos ter o novo técnico definido até 10 de outubro, porque assim tem mais tempo para ele se preparar para as Eliminatórias de novembro. Ajudaria, porque assim pode começar a ver as partidas e organizando uma ideia da seleção – afirmou o diretor esportivo de seleções da federação, Santiago Baños, ao GloboEsporte.com.

Outro estrangeiro?

O nome ventilado com mais força nos bastidores é o de Diego Aguirre. O uruguaio, que foi meia-atacante do São Paulo em 1990 e ganhou o Campeonato Gaúcho deste ano, está sem clube desde que deixou o Internacional, no inicio de agosto.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes