Agudos suspende aulas presenciais em três escolas após funcionários testarem positivo para Covid

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A prefeitura de Agudos (SP) suspendeu as aulas presenciais em três escolas da cidade depois que funcionários testaram positivo para Covid-19. A informação foi divulgada à imprensa nesta quarta-feira (24).

As unidades são: EMEF Maria Letícia Sormani Cogo (Jardim Cruzeiro), EMEI Antônio Travain (Parque Pampulha) e creche berçário Diomira Napoleone Paschoal (Centro). Segundo a prefeitura, duas escolas registraram um caso positivo e uma escola contabilizou dois casos.

A Secretaria de Educação informou ainda que os servidores diagnosticados com a doença foram afastados e estão em quarentena, respeitando as medidas sanitárias. Segundo a prefeitura, não há casos confirmados ou suspeitos entre os alunos.

Decreto regulamentou volta das aulas presenciais em Agudos — Foto: Roberto Netto/Prefeitura de Agudos
Decreto regulamentou volta das aulas presenciais em Agudos (Foto: Roberto Netto/Prefeitura de Agudos)

Em Agudos, a retomada das aulas presenciais foi regulamentada por um decreto publicado em 4 de janeiro. O documento permite a retomada gradual a partir de 11 de janeiro na rede pública e privada, com 35% da capacidade da sala de aula e uma série de protocolos sanitários.

A prefeitura informou que, até atualmente, apenas escolas do Ensino Fundamental tinham voltado a receber estudantes. Alunos da rede infantil (creche) ainda não retornaram com as atividades presenciais.

Agora, os alunos do Ensino Fundamental das escolas que tiveram as atividades suspensas deverão participar de aula remota ou retirar material impresso de aula na secretaria da unidade escolar. As outras escolas seguem funcionando normalmente.

Novo decreto

A prefeitura de Agudos publicou nesta terça-feira (23), no Diário Oficial do Município, um novo decreto com novas regras da quarentena por causa do coronavírus, que foi prorrogada até 5 de março na cidade.

O município faz parte do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Bauru, que está classificado na fase vermelha do Plano São Paulo, a mais restritiva, na qual apenas serviços essenciais podem funcionar.

Entre as novidades do decreto em Agudos, está a proibição de consumo de bebida alcoólica em espaços públicos, além da proibição da locação de imóveis para a realização de festas.

Veja o decreto na íntegra.

Segundo o decreto, o descumprimento das proibições e o não atendimento às obrigações impostas para a quarentena podem resultar em advertência, imposição de multa, interdição e cassação do alvará, além da aplicação de medidas cíveis e criminais cabíveis, nos termos da legislação vigente.

Fonte: G1 – Foto: Roberto Netto/Prefeitura de Agudos

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes