19 de junho, 2024

Últimas:

Água da Fontana di Trevi, em Roma, fica com manchas pretas contra mudanças climáticas

Anúncios

Sete jovens ativistas que protestavam contra as mudanças climáticas subiram na Fontana di Trevi, em Roma, neste domingo (21), e jogaram carvão diluído na água para deixá-la preta.

Os manifestantes do grupo “Ultima Generazione” (Última Geração) ergueram cartazes dizendo: “Não pagaremos por (combustíveis) fósseis” e gritaram “nosso país está morrendo”.

Anúncios

Agência da ONU alertou nesta semana que as temperaturas globais devem bater taxas recordes nos próximos cinco anos por causa das mudanças no clima.

Policiais uniformizados entraram na água para tirar os ativistas, com muitos turistas filmando a ação e alguns curiosos gritando insultos aos manifestantes, segundo mostram imagens de vídeos.

Anúncios

Água da Fontana di Trevi, na Itália, aparece com manchas pretas, após manifestação contra os combustíveis fósseis (Foto: Reprodução)

Em comunicado, o Ultima Generazione pediu o fim dos subsídios públicos aos combustíveis fósseis e vinculou os protestos às inundações mortais na região de Emilia-Romagna, no norte da Itália, nos últimos dias. O grupo disse que uma em cada quatro casas na Itália corre risco de inundação.

O prefeito de Roma, Roberto Gualtieri, condenou o protesto, o mais recente de uma série de atos contra obras de arte na Itália.

“Basta desses ataques absurdos ao nosso patrimônio artístico”, escreveu ele no Twitter.

A tradição é que os visitantes joguem moedas na famosa Fontana di Trevi do século 18 para garantir que um dia retornarão a Roma.

Ativistas do clima seguram faixa após jogar carvão vegetal na água da Fontana di Trevi (Foto: Reprodução)

Fonte: Agências

Talvez te interesse

Últimas

O Termômetro Anamaco JS+ apresenta dados sobre o comportamento do comércio varejista de materiais de construção no país....

Categorias