Grávida de 9 meses, modelo e influencer é presa em SP por forjar o próprio sequestro

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A modelo e digital influencer Lauren Adana Lorenzetti, de 31 anos, foi presa na manhã desta segunda-feira (11) em Santana do Parnaíba, região metropolitana de São Paulo, após a Polícia Civil cumprir um mandado de prisão ordenado pela Justiça do Paraná. Lauren, ex-miss Pato Branco, cidade localizada no estado do Paraná, foi condenada por forjar o próprio sequestro em 2010. A informação foi confirmada à Quem pela assessoria de imprensa e comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, que divulgou a nota abaixo:

“Policiais da Divisão de Capturas, do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (DOPE), cumpriram, na manhã desta segunda-feira (11), mandado de prisão expedido pela Justiça do Paraná em desfavor de uma mulher de 31 anos que, em 2010, simulou o próprio sequestro. Ela foi encontrada em Santana de Parnaíba, onde foi presa e levada à sede da Divisão de Captura e permanece à disposição da Justiça”, diz o comunicado.

A simulação do próprio sequestro aconteceu em 2010 na cidade de Francisco Beltrão a fim de extorquir dinheiro da mãe, Vanessa Dallagnol. A modelo contou com a ajuda de dois amigos e do ex-namorado para executar o plano. De acordo com informações da Record TV, ela já cumpria regime semiaberto em razão da condenação. Lauren tinha um mandado de prisão expedido em 29 de abril de 2020 feito pelo Tribunal de Justiça do estado do Paraná.

No Instagram, a modelo conta com mais de 104 mil seguidores. Ela compartilhava conteúdos sobre a família e estilo de vida. Antes com o perfil aberto aos internautas, a conta da digital  influencer e de seu companheiro, Danilo Fernandes, foram colocadas como restritas logo na manhã desta segunda.

Fonte: Quem

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes