Agentes da Anvisa entram em campo, interrompem partida Brasil e Argentina e jogadores argentinos vão para o vestiário

Agentes da Anvisa e da Polícia Federal entraram em campo para retirar quatro jogadores da Argentina, no jogo Brasil e Argentina, na tarde deste domingo, 05. A bola estava rolando e o jogo foi paralisado com seis minutos de partida. Em seguida, todos jogadores da Argentina saíram e foram para o vestiário na Neo Química Arena.

Segundo a Anvisa, os quatro jogadores declararam não ter passagem por nenhum dos quatro países com restrições nos últimos 14 dias — entre eles a Inglaterra. Os viajantes chegaram ao Brasil em voo de Caracas/Venezuela com destino a Guarulhos. Porém, notícias não oficiais chegaram à Agência dando conta de supostas declarações falsas prestadas por tais viajantes.

Os quatro jogadores da Argentina foram ameaçados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de deportação e foram para o jogo. A Conmebol e a CBF entraram em contato com Governo Federal para administrar a situação.

Agentes policiais entram na Neo Química Arena — Foto: Bruno Giufrida
Agentes policiais entram na Neo Química Arena — Foto: Bruno Giufrida

São eles: o goleiro Emiliano Martinez, os meia Emiliano Buendia e Giovani Lo Celso e o zagueiro Cristian Romero. Os quatro atuam na Inglaterra.

O protocolo de Covid-19 teve aceite de todos países que participam das competições da Conmebol – como Libertadores, Sul-Americana e, claro, Eliminatórias.

Profissional da Anvisa entra no gramado em Brasil x Argentina — Foto: Bruno Cassucci
Profissional da Anvisa entra no gramado em Brasil x Argentina — Foto: Bruno Cassucci

G1

Scroll Up