24 de junho, 2024

Últimas:

Adolescente de 12 anos morre enquanto esperava atendimento médico no interior de SP

Anúncios

Uma adolescente de 12 anos morreu enquanto aguardava atendimento no Posto de Pronto Atendimento (PPA) de Casa Branca (SP), na tarde de quarta-feira (22). A família dela reclama da demora para o atendimento.

Heloysa Gabriela Rocha Gomes chegou à unidade com dores e enquanto aguardava pela consulta médica desmaiou e morreu.

Anúncios

O corpo foi enviado Serviço de Verificação de Óbito (SVO) de Mococa para apuração da causa da morte. A Polícia Civil também investiga.

A Santa Casa informou que a menina estava com sintomas leves, como febre e dor de garganta e passou pela triagem e classificação de risco que foi de não-urgente.

Anúncios

A irmã da jovem, a costureira Mariane Rocha da Silva, falou sobre a morte em Casa Branca (Foto: Reprodução/EPTV)

“O atendimento lá está muito ruim. Ela ficou esperando duas horas para ser atendida para passar pelo acolhimento. Passou pelo acolhimento, [mas] não tinha lugar para sentar. Ela teve que ficar no carro esperando o atendimento. A hora que minha mãe foi ver no carro, ela já estava desmaiada desacordada. Minha mãe entrou com o carro na emergência aí foram atender ela, mas já era tarde demais”, disse a irmã da jovem, a costureira Mariane Rocha da Silva.

A adolescente ficou do lado de fora da unidade, enquanto a mãe dela ficou à esperado do chamado da consulta e quando foi buscar a filha a encotrou desmaiada.

“Ela foi levada para a sala de urgência, onde foi realizado todos os protocolos necessários para a reanimação dela, mas infelizmente ela veio a óbito”, disse a gestora da Santa Casa, Raquel Piovesan.

O corpo de Heloysa foi enterrado na tarde desta quinta (23) no Cemitério Municipal de Casa Branca.

Heloysa Gabriela Rocha Gomes, de 12 anos morreu enquanto esperava atendimento no pronto atendimento de Casa Branca (Foto: Reprodução Facebook)

Ainda de acordo com o hospital, os exames preliminares não constataram dengue ou covid-19.

O caso foi registrado como morte suspeita na Delegacia Seccional da cidade que, segundo a secretaria estadual de Segurança Pública, atua para esclarecer todas as circunstâncias dos fatos.

Comoção

O falecimento da adolescente causou comoção em Casa Branca. A Escola Estadual Dr. Francisco Thomaz de Carvalho, onde ela estudava, publicou uma mensagem lamentando a sua morte.

“Nossa escola está de luto! Perdemos uma aluna tão jovem!😢A Heloísa era uma menina cheia de vida e alegre. Quanta tristeza para os familiares, amigos e colegas de sala. Que os Anjos acolham a Heloísa no reino de Deus. Nossos mais sinceros sentimentos aos familiares!”, dizia a mensagem.

Superlotação

Posto de Pronto Atendimento de Casa Branca (Foto: Reprodução Google)

O PPA de Casa Branca tem estado com superlotação por conta dos casos de suspeita de dengue. De acordo com a Santa Casa, atualmente, o atendimento chega a ser quase triplicado.

Normalmente, são atendidos cerca de 150 pacientes, mas com atual demanda da dengue, chega a 400 atendimento diários.

De acordo com a gestora da Santa Casa, foram contratados três médicos e equipes de enfermagem para ajudar no atendimento.

Fonte: G1

Talvez te interesse

Últimas

O encontro inter e transdisciplinar vai reunir pesquisadores, estudantes e profissionais do Brasil e do exterior, em agosto...

Categorias