‘Acqua alta’ provoca inundação na Praça San Marco em Veneza

O fenômeno conhecido como acqua alta – água alta em italiano – provocou uma inundação na Praça San Marco em Veneza nesta sexta-feira (5).

A alta da maré é comum nesta época do ano e é causada por uma combinação de fatores ambientais e climáticos.

Com o avanço de cerca de um metro acima do nível normal, a água avançou por toda a área turística forçando visitantes a saírem de galochas para não se molhar.

Turistas usam galochas plásticas para visitar a Praça San Marco em Veneza em 5 de novembro de 2021 — Foto: Manuel Silvestri/Reuters
Turistas usam galochas plásticas para visitar a Praça San Marco em Veneza em 5 de novembro de 2021 (Foto: Reprodução)

O aumento, apesar de ter provocado esta inundação, não foi forte o suficiente para acionar a barreira artificial construída no ano passado para conter o aumento na frequência e intensidade das enchentes.

Apesar do fenômeno, bares e restaurantes ao redor da principal praça da cidade continuaram abertos e turistas aproveitaram para fazer fotos com a água na altura das canelas.

Praça de San Marco debaixo d'água em 5 de novembro de 2021 — Foto: Manuel Silvestri/Reuters
Praça de San Marco debaixo d’água em 5 de novembro de 2021 (Foto: Reprodução)

Acqua alta

A cidade costuma se encher durante o outono e inverno no hemisfério norte, a partir de setembro, em um fenômeno conhecido no país como acqua alta, água alta em italiano.

Bares continuam abertos em meio a enchente em Veneza em 5 de novembro de 2021 — Foto: Manuel Silvestri/Reuters
Bares continuam abertos em meio a enchente em Veneza em 5 de novembro de 2021 (Foto: Reprodução)

Mesmo com a maré alta fazendo parte da vida da cidade, o fenômeno tem se tornado cada vez mais intenso, e está, segundo especialistas, ligado às mudanças climáticas.

Veneza debate há anos sobre as formas mais adequadas para se proteger das marés altas e criou o sistema de “impermeabilização” conhecido como Mose.

Barreiras móveis amarelas são vistas na superfície da água durante testes do projeto Mose, em Veneza, na Itália, na sexta-feira (10) — Foto:  Reuters/Flavio Lo Scalzo
Barreiras móveis amarelas são vistas na superfície da água durante testes do projeto Mose, em Veneza, na Itália (Foto: Reprodução)

Composto por com 78 comportas para proteger a cidade das marés altas, o Mose, deverá estar totalmente operacional durante esta temporada.

Estimativas apontam que o fenômeno das marés altas aumentará devido à mudança climática e ao aquecimento do mar Adriático, de acordo com a agência France Presse.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up