Ação reaproveita alimentos descartados em mercados e evita 400 quilos de desperdício por semana em Tatuí

Uma ação do banco de alimentos de Tatuí, no interior de São Paulo, está evitando o desperdício de cerca de 400 quilos de alimentos por semana. Isso porque os alimentos descartados por donos de supermercados e agricultores estão sendo transformados em produtos para doar a famílias de baixa renda.

De acordo com a coordenadora do projeto, Maria Cecília Peixoto, a ação teve início durante a pandemia de coronavírus porque houve um grande aumento de moradores procurando o banco de alimentos da cidade.

Segundo a prefeitura, os alimentos doados passam por um processo de triagem, higienização e montagem das cestas antes de serem entregues para a população. Muitos alimentos são transformados em molhos de tomate, sopas de legumes, temperos, geleias, doces e compotas.

“Às vezes você pega uma banana que chega aqui com a casca um tanto escura e você vai ver dentro, ela está em perfeito estado. Uma manga com fissuras, você vai produzir um doce, uma geleia e ela também está em perfeito estado de uso”, explica Maria Cecília.

Colaboradores reaproveitam alimentos desperdiçados em Tatuí — Foto: Mike Adas/Tv Tem
Colaboradores reaproveitam alimentos desperdiçados em Tatuí (Foto: Mike Adas/Tv Tem)

Desta forma, conforme a prefeitura, o projeto garante uma alimentação segura e saborosa para os moradores, seguindo as rígidas normas da Vigilância Sanitária.

Já o que não serve para alimentação, como cascas, dejetos e folhas, é reaproveitado como adubo na horta do projeto, que é totalmente orgânica.

Produtos que não servem para alimentação são usados como adubo na horta do projeto em Tatuí — Foto: Mike Adas/Tv Tem
Produtos que não servem para alimentação são usados como adubo na horta do projeto em Tatuí (Foto: Mike Adas/Tv Tem)

Como funciona

A ação do banco de alimentos começa nos supermercados. O processo de separação de alimentos é realizado todos os dias a cada 20 minutos. Colaboradores passam de corredor em corredor escolhendo o que pode ser aproveitado pelas família e entidades.

Funcionários de mercado separam alimentos que podem ser doados em Tatuí — Foto: Mike Adas/Tv Tem
Funcionários de mercado separam alimentos que podem ser doados em Tatuí (Foto: Mike Adas/Tv Tem)

O gerente de um dos estabelecimentos da cidade, Rodrigo Corrêa, é responsável por checar se as caixas com as doações estão prontas para as equipes do projeto recolherem.

“A média que a gente tem de doação são 15 toneladas mensais. São produtos em sua maioria do setor de hortifrúti, como frutas, legumes e verduras, mas também temos produtos secos como arroz, feijão, açúcar, macarrão, entre outros”, explica.

Projeto reduz desperdício de alimentos em Tatuí — Foto: Mike Adas/Tv Tem
Projeto reduz desperdício de alimentos em Tatuí (Foto: Mike Adas/Tv Tem)

Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), das 140 milhões de toneladas de alimentos produzidas por ano no Brasil, quase 27 milhões são descartadas.

Além de diminuir o desperdício, a administração municipal informou que a ação em Tatuí promoveu um aumento da diversidade da dieta dos moradores assistidos. Pelo menos 12 mil famílias de baixa renda recebem as doações.

“Todo mês está ajudando bastante. Toda semana ajuda bem. Se não fosse esse trabalho, nós estaríamos passando mais dificuldade ainda”, comenta o aposentado Sinésio Alves, beneficiado pelo projeto.

Projeto do banco de alimentos ajuda famílias de baixa renda em Tatuí — Foto: Mike Adas/Tv Tem
Projeto do banco de alimentos ajuda famílias de baixa renda em Tatuí (Foto: Mike Adas/Tv Tem)

Fonte: G1 – Foto: Mike Adas/Tv Tem

Scroll Up