A história do jogador Daniel Alves

É sempre bom conhecer as histórias dos nossos ídolos do futebol. Quando a gente passa a entender melhor a trajetória do jogador, temos a mesma sensação de encontrar os melhores bônus casas de apostas, pois é incrível como isso muda a nossa percepção sobre o ídolo.

Então nada mais justo do que escolher um ótimo jogador para contar a sua trajetória. Daniel Alves, conhecido também como Dani Alves, nasceu no dia 6 de maio de 1983, na cidade de Juazeiro, Bahia. Hoje a sua posição é de lateral-direito e é considerado um dos melhores jogadores do Brasil.

A sua infância pobre e difícil não fez com que ele desistisse dos seus sonhos, apesar de ter tido que lutar bastante para conseguir se tornar um jogador reconhecido. Mas o principal motivo que fez com que ele conseguisse atingir altos níveis dentro do campo foi a sua habilidade.

Desde pequeno ele já mostrava que tinha um bom desempenho com a bola. Por isso, não demorou muito para que ele começasse a jogar no Juazeiro, o clube da cidade em que ele nasceu.

O início de tudo

Enquanto Daniel Alves ainda jogava no Juazeiro, um olheiro do Bahia o viu e entendeu que ele tinha muito potencial para ser um grande jogador. Ele então foi levado para jogar no tricolor de aço e fez a sua estréia como profissional em 2001, pouco tempo depois da saída de Juazeiro.

É possível perceber que não demorou muito para que o seu crescimento acontecesse, pois todos já sabiam que ele tinha muita habilidade em campo. Diante disso, um ano depois da sua estreia como titular, ele foi vendido para o time espanhol Sevilla, onde atuou até 2008, mostrando que sabia o que estava fazendo.

Em 2008, ele encerrou a sua temporada no time espanhol Sevilla e logo foi vendido ao Barcelona. Foi então que ele teve a honra de jogar junto a jogadores que fizeram história, formando o maior elenco da história do clube.

Na época, o time catalão contava com os craques: Puyol, Piqué, Messi, Xavi, Iniesta e, um pouco mais tarde, Neymar.

Daniel Alves na Europa

Logo que ele saiu dos times espanhóis, ele embarcou para uma jornada curta na Itália, jogando pelo Juventus. Porém, não durou muito, pois o jogador acabou dando declarações que não agradaram a equipe e então o seu contrato foi rescindido.

Mas em 2017, um ano após o ocorrido na Itália, ele foi contratado pelo Paris Saint-Germain, sendo que essa contratação ocorreu na mesma época que o então craque Neymar. Ele permaneceu no time Francês por duas temporadas, tendo um total de 73 jogos e terminou a sua jornada no time em 2019.

À volta para o Brasil

Após o período que ele saiu do time francês, a imprensa começou a especular bastante sobre o próximo time que o jogador ia atuar. Nomes como Manchester City e Arsenal estavam entre os mais cotados, porém, Dani Alves surpreendeu a todos e voltou para o Brasil para jogar pelo São Paulo.

Um dos destaques da sua volta foi a sua posição. Ele, que jogou durante muito tempo como lateral-direito, resolveu voltar para os gramados brasileiros atuando como meio-campista, onde recebeu a camisa 10 do time paulista.

Ele também jogou pela seleção brasileira, disputando a Copa do Mundo de 2010 e também de 2014, elas ocorreram na África do Sul e no Brasil. Ele também participou de outras vitórias jogando pela seleção brasileira, podendo destacar: Copa América de 2007 e de 2019; Copa das Confederações, em 2009 e 2013.

De acordo com notas divulgadas pela imprensa, o jogador sonha em participar da Copa do Mundo de 2022. O que nos resta é esperar para ver se esse sonho será concretizado.

Scroll Up