A América continua Verde! Palmeiras bate Flamengo e leva o tri da Libertadores

A América continua verde! De novo com emoção, de novo com um herói improvável, o alviverde continua imponente e dono da América.

O Palmeiras se tornou tricampeão da Libertadores depois de vencer o Flamengo por 2 a 1 na tarde deste sábado, em Montevidéu, no Uruguai, e manteve o domínio continental com o segundo título seguido – já havia vencido a edição de 2020 em janeiro, contra o Santos, no Maracanã.

Se no início do ano foi Breno Lopes, desta vez foi Deyverson o responsável por decidir a favor do Verdão. Na prorrogação, provocou falha de Andreas Pereira, avançou sozinho e fez o gol do título – Raphael Veiga e Gabigol marcaram no 1 a 1 do tempo normal.

Em um jogo praticamente impecável, o time de Abel Ferreira vai mais uma vez para o Mundial de Clubes, no início do ano que vem. Mas, enquanto isso, é hora de comemorar mais uma vez: a América continua inteira pintada em tons de verde.

Mais um tri!

Com o título deste sábado, o Palmeiras iguala Grêmio, São Paulo e Santos como os maiores brasileiros campeões da Libertadores – além dos dois últimos títulos, também levantou a taça em 1999.

Outro herói improvável

Em janeiro, Breno Lopes. Em novembro, Deyverson. Mais uma vez, um atacante reserva é lançado por Abel Ferreira nos minutos finais de uma Libertadores… e ele decide. Desta vez foi Deyverson, que usou a camisa 9 na competição e a honrou no momento mais importante: como um autêntico centroavante, pressionou Andreas Pereira numa saída de bola, roubou e finalizou na saída de Diego Alves para dar o segundo título continental seguido ao Verdão. Baita prêmio para um jogador que até divide opiniões, mas entende muito bem a torcida palmeirense e, novamente, conseguiu alegrá-la da melhor maneira! Afinal, foi dele também o gol do título brasileiro de 2018, em jogo contra o Vasco.

Globo Esporte

Scroll Up